Siga o OTD

Tênis de Mesa

Hugo Calderano sonha alto na Copa do Mundo em Chengdu

Brasileiro é o quarto cabeça de chave na competição que reúne a nata do tênis de mesa mundial na China, a maior potência da modalidade

Hugo Calderano, do tênis de mesa mundial de tênis de mesa adiamento coronavírus
(ITTF)

O brasileiro Hugo Calderano terá um desafio daqueles na China neste final de semana. Vai participar da Copa do Mundo individual de tênis de mesa, competição que reúne em Chengdu os maiores atletas da modalidade no planeta atualmente. Quarto cabeça de chave, Calderano sonha alto.

“Joguei outras duas Copas do Mundo e não fui muito bem, então isso me motiva. Vi como os jogos de quartas e semifinal foram bem interessantes. Quero chegar às fases finais e viver essa experiência”, diz o brasileiro, atualmente sexto colocado do ranking mundial, atrás apenas de cinco chineses e um japonês.

Os chineses são de longe a maior potência do tênis de mesa. Na Copa do Mundo, vão representar o país asiático Ma Long, o Dragão Gordo, atual campeão olímpico individual e bi por equipes, e Fan Zhendong, atual líder do ranking mundial. Pelo Japão, disputam Tomokazu Harimoto, quinto do mundo, e Koki Niwa, o 11º.

Destaque também para o alemão Timo Boll e o suceo Mattias Falck, dentre outros. “A Copa do Mundo é um evento muito especial. São apenas 20 jogadores e o ambiente é sempre muito bom. A edição desse ano será na China, que sempre tem muitos espectadores assistindo às competições”, comenta Hugo Calderano.

Para vencê-los, atenção aos golpes. O mais famoso deles é o backhand com as duas mãos, que vem usando desde o fim do ano passado. Mais recentemente, durante período de treinos no Japão, também incorporou à sua técnica elementos do chamado estilo cato, em que o jogador utiliza muito efeito para se defender e forçar erros dos rivais.

“Acho que todo mundo já conhece, principalmente o backhand com as duas mãos. E acho que os adversários já entram no jogo preparados, sim. Mas, para mim, não muda muita coisa. Isso já é parte do meu jogo e não é algo que estou inventando, querendo fazer diferente na hora. É um recurso a mais que tenho e posso usar se tiver oportunidade”, explicou.

O brasileiro estreia nas oitavas de final, entre 23h30 de sexta (29) e 1h45 de sábado (30), pelo horário de Brasília. O adversário vem da fase de grupos, uma espécie de classificatório, que o Calderano não participa por ser o quarto cabeça de chave. Até por isso, a projeção de fase coloca um dos chineses na rota dele somente na semifinal.

+INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

Ano de ouro

A temporada tem sido positiva para Hugo Calderano. Durante todo o ano ele se manteve no Top 10 e tem feito campanhas bem regulares no circuito internacional de tênis de mesa.

No Mundial teve a melhor campanha de um brasileiro na história, caindo nas oitavas, e foi campeão individual e de duplas masculinas nos Jogos Pan-Americanos de Lima.

Também teve participação decisiva no Pré-Olímpico de Equipes, ajudando a carimbar o passaporte do time para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Mais em Tênis de Mesa