Siga o OTD

Tênis de Mesa

Hugo Calderano é o único brasileiro com chances no Mundial

Após estrear com duas vitórias, Hugo Calderano se garante na fase de 32 avos e é o único brasileiro vivo na competição mundial no individual

Abelardo Mendes Júnior/Rede do Esporte

A terça-feira (23) foi de fortes emoções no Campeonato Mundial de tênis de mesa 2019. Diversos atletas brasileiros entraram em ação pelo torneio, mas apenas Hugo Calderano segue vivo e com chances no individual. Número 7 do ranking mundial, o mesatenista venceu duas partidas complicadas e passou para a fase de 32 avos.

Agora o próximo desafio do brasileiro será o indiano Sathiyan Gnanasekaran, atual número 28 do ranking mundial. Hugo enfrentará o adversário já nesta quarta-feira (23). Se vencer o indiano, ele poderá enfrentar Ma Long, chinês campeão olímpico em 2012, nas oitavas.

Calderano em ação

Hugo Calderano começou o dia com um duelo acirrado contra o argentino Horacio Cifuentes, vencido por 4 a 2. O brasileiro começou bem, vencendo o primeiro game por 11 a 6, mas tomou o empate com 11/9 logo a seguir.

O terceiro game foi o mais apertado de todos e Hugo Calderano fez 2 a 1 no jogo com 15 a 13 na parcial. O brasileiro abriu frente após vencer logo a seguir por 11/7, mas Cifuentes se manteve vivo na partida após devolver o placar no quinto game. No último, porém, o argentino não se achou e Hugo Calderano sacramentou a vitória com um sonoro 11 a 1.

“Foi um jogo bem difícil, o Horacio jogou muito bem. É um jogador muito inteligente, tem muitas ferramentas para atrapalhar os adversários. Mas estou muito satisfeito. Mesmo com o Hugo tendo um pouco de dificuldade para se adaptar ao ritmo, ele teve foco e conseguiu jogar de forma agressiva. Isso é bem positivo”, analisou o técnico de Calderano, Jean-René Mounie.

Na sequência, Calderano enfrentou o japonês Kazuhiro Yoshimura. O brasileiro abriu 2 sets a 0 de vantagem logo de cara. Mas diminuiu o ritmo e deixou o adversário crescer. Yoshimura venceu os dois sets seguintes e empatou o duelo.

Foi aí que o nível técnico do brasileiro falou mais alto. Calderano se recuperou e venceu sem dificuldades para fazer 4 sets a 2 (11/7, 14/12, 7/11, 10/12, 11/5 e 11/8).

Jouti e Takahashi

Eric Jouti venceu pelos mesmos 4 a 2 outro sul-americano, o chileno Felipe Olivares. E foi de virada. O brasileiro perdeu o primeiro e o terceiro games, por 11 a 8 e 11 a 9 respectivamente, e ganhou o segundo por 13/11. Do quarto em diante, três vitórias com parciais de 11/5, 11/8 e 11/9 e vaga na segunda rodada.

Mas depois o brasileiro pegou o austríaco Daniel HabesohnJouti começou arrasador, fez 3 sets a 0 e ficou muito perto da vaga. Mas Habesohn ganhou quatro sets seguidos e eliminou o brasileiro do Mundial.

Bruna Takahashi foi outra que conquistou a classificação para a fase de 64, no torneio feminino. Após um início irregular, a brasileira controlou a partida e bateu a chilena Judith Morales, por 4 a 0 (11/9, 11/6, 11/7 e 11/5). Mas a sequência de Bruna foi nada fácil. Ela enfrentou a sul-coreana Suh Hyowon, número 11 do mundo, e foi superada por 4 sets a 1.

Gustavo Tsuboi, Thiago Monteiro e Vitor Ishiy

Outros três brasileiros participaram da chave de simples, tanto no masculino quanto no feminino. Eles ficaram na primeira rodada. Gustavo Tsuboi perdeu para o romeno Cristian Pletea por 4 a 0, com parciais de 11/5, 11/8, 11/7 e 11/5.

Thiago Monteiro endureceu o jogo contra Marcos Freitas, mas caiu por 4 a 1. Os dois primeiros games foram apertados até o final, com o português vencendo por 12 a 10. Monteiro venceu o terceiro por 11 a 9, mas no quarto novamente foi derrotado na reta final: 13 a 11. No quinto Freitas fez 11 a 8.

Vitor Ishiy também perdeu em cinco games, por 4 a 1, mas com parciais menos apertadas. O francês Can Akkuzu venceu os três primeiros por 11/4, 11/7 e 11/8, Ishiy respondeu com um 11/7 no quarto, mas acabou derrotado no quinto por 12 a 10.

Mais em Tênis de Mesa