Siga o OTD

Tênis

Marcelo Melo celebra melhor temporada de sua carreira

Felipe Castanheira / Divulgação

O vice no ATP Finals, no domingo (19), ao lado de Lukasz Kubot, encerrou um ano de muitas conquistas. Agora, Marcelo Melo voltará ao Brasil para um período de descanso, antes de começar a se preparar para 2018.

Após terminar a melhor temporada de sua carreira, no último domingo (19), o mineiro Marcelo Melo faz uma pausa para descansar, antes de começar a pensar nos torneios do próximo ano. E nesse período de descanso estará de volta ao Brasil. No início de dezembro, Melo desembarca no País para cumprir os últimos compromissos de 2017 e ficar com a família.

Ao lado do parceiro polonês Lukasz Kubot, o brasileiro finalizou o melhor ano de sua carreira no ATP Finals. No torneio, em Londres, na Inglaterra, eles foram confirmados como a melhor dupla de 2017, totalizando 9.310 pontos. Melo encerra a temporada, também, em primeiro no ranking mundial individual de duplas, com 9.220, mesma pontuação de Kubot, mas lidera por ter disputado um torneio a menos.

Foram duas premiações em uma única semana na capital inglesa: de parceria líder da temporada e de vice-campeões. Em 2017, a dupla comemorou 10 finais e seis títulos, entre os quais o grande sonho de Melo, o de Wimbledon, e três Masters 1000, sendo o último de Paris, em novembro, antes da disputa do Finals.

“O Finals foi o encerramento de uma temporada extremamente positiva. Lá eu vivi um dos dias mais felizes da minha vida, chegando ao posto de número 1 do mundo novamente, comemorando tanto no individual, quanto ao lado de Kubot”, afirmou Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis.

Números da temporada, seis títulos e 51 vitórias

O mineiro Marcelo Melo, 34 anos, e o polonês Lukasz Kubot, 35 anos, estão jogando juntos desde o início da temporada. Antes, formaram parceria em torneios como o ATP de Viena, onde foram campeões em 2015 e 2016. Em 2017, a dupla Melo e Kubot disputou 24 torneios, conquistou seis títulos, venceu 51 jogos, com apenas 18 derrotas. Entre essas vitórias está a 400ª da carreira do brasileiro, obtida na estreia em Roland Garros. Melo já ocupou outras três vezes o primeiro lugar no ranking mundial individual de duplas – em 2015, 2016 e até mesmo em 2017.

Receba novidades do OTD

* = campo obrigatório

powered by MailChimp!

Mais em Tênis