Siga o OTD

Tênis

Marcelo Melo e Bruno Soares voltam a duelar pelo Masters de Xangai

Brasileiro repetem decisão do tornio no ano passado, novamente com cada um de um lado da quadra

Marcelo Melo e Lucasz Kubot
Marcelo Melo, ao fundo, e Lukasz Kubot (divulgação)

Os brasileiros Marcelo Melo e Bruno Soares farão a final do torneio de duplas do Masters 1000 de Xangai, na China. Cada um de um lado da quadra. Ambos passaram pelas semifinais neste sábado (12) e decidem a taça neste domingo (13), às 2h30 da madrugada.

Marcelo Melo e seu parceiro polonês Lukasz Kubot são os atuais campeões no Masters 1000 de Xangai e chegaram à terceira final seguida. Para isso, derrotaram na semifinal os franceses Mahut e Roger-Vasselin por 2 sets a 0 com parciais de 6/2 e 6/4 em pouco mais de uma hora de duelo. Melo já venceu quatro vezes o torneio.

Bruno Soares bateu um velho companheiro de quadra. Ao lado do croata Mate Pavic, passou pelo ex-parceiro Jamie Murray e o compatriota britânico Neal Skupski. Fizeram 7/5 e 6/4 em quase 1h30 de jogo.

Bruno Soares e Jamie Murray, por sinal, perderam a final do ano passado justamente para Marcelo Melo e Lukasz Kubot.

“Jogo Fino”

“Fizemos um jogo fino. Conseguimos aproveitar todas as oportunidades. Sacamos muito bem. Eles não tiveram qualquer chance no nosso saque. Jogamos realmente a melhor partida do torneio. Neutralizamos todas as armas deles. Aproveitamos a confiança desde os jogos em Beijing e implementamos isso. Foi muito bom. Era uma dupla muito dura. Tínhamos perdido a última para eles, em Wimbledon”, analisou Marcelo Melo.

Xangai é o segundo torneio de Melo e Kubot na China – antes jogaram o ATP 500 de Beijing. Depois, até o final do mês, estarão no ATP 500 de Viena, na Áustria, e no Masters 1000 de Paris.

Brasil domina Masters 1000 de Xangai

Neste sábado, na semifinal, Marcelo Melo e Lukasz Kubot dominaram totalmente a partida impondo seu jogo e não permitindo qualquer reação de Mahut e Roger-Vasselin, que não tiveram chances de break.

Os cabeças de chave número 2 começaram quebrando logo no game inicial, abrindo 2/0 e, com novo break no sétimo game marcaram 5/2, para fechar em seguida: 6/2. No segundo set, apenas uma quebra no quinto game, mas com o mesmo domínio garantiram a vitória por 6/4.

Bruno Soares e Pavic sofreram um pouco mais, mas conseguiram três quebras no primeiro set contra apenas duas dos britânicos. No segundo, foram duas a favor e uma contra.

Mais em Tênis