Siga o OTD

Tênis

Bia Haddad Maia é suspensa após suspeita de doping

Divulgação

Melhor tenista brasileira no ranking mundial, Bia Haddad Maia foi suspensa provisoriamente pelo Programa Antidoping da ITF após teste positivo no mês passado. Teriam sido encontradas as substâncias SARM S-22 e SARM LGD-4033 na urina da atleta em teste durante o torneio de Bol, na Croácia, da WTA.

Em nota à imprensa, a assessoria de Bia contou que ela está surpresa pela notícia e que negou qualquer uso de tais substâncias. “A atleta esclarece que jamais procurou obter vantagem indevida, sempre respeitou o jogo limpo e que trabalhará na sua defesa para provar sua inocência,” disse a nota.

A suspensão, de caráter provisório, tem início imediato.

A notícia freia o bom momento que Haddad Maia vivia nas quadras. Em Wimbledon, havia eliminado a ex-campeã do torneio Garbiñe Muguruza na primeira rodada. Atualmente, a brasileira é a 99ª do ranking da WTA.

O que são SARMs?

SARM é uma sigla que, em inglês, significa “moduladores seletivos do receptor de androgênio”. São substâncias que imitam o funcionamento da testosterona, porém sem alguns dos efeitos colaterais que vem com o uso do hormônio. Em mulheres, por exemplo, não causa o desenvolvimento de características masculinas. Sendo de descoberta relativamente recente, as SARMs foram banidos pela WADA, agência mundial antidoping, em 2008.

Em uso clínico, as substâncias podem ser prescritas para pacientes com deficiência muscular, osteoporose ou cancer. No entanto, tem sido muito utilizadas pela comunidade do fisiculturismo para ganhar massa muscular. A venda para uso pessoal é proibida.

 

 

 

Mais em Tênis