Siga o OTD

Tênis

João Menezes passa voando pela estreia no Uzbequistão

Brasileiro precisou de apenas 51 minutos para atropelar tenista da casa em dois sets. Guilherme Clezar e Tiago Wild perdem

João Menezes venceu fácil, mas agora tem pedreira

O brasileiro João Menezes passou fácil pela estreia do Challenger de Samarkand, no Uzbequistão. Jogando contra Olimjon Nabiev, tenista da casa wild card, o brasileiro fez 2 sets a 0 com parciais de 6/0 e 6/1 nesta terça (14) e se classificou para a segunda rodada da competição.

Para Tiago Wild a terça foi bem diferente. Já na segunda rodada, ele disputou uma partida bem equilibrada contra o cabeça de chave número seis do torneio, o bielorrusso Uladzimir Ignatik, e perdeu por 2 sets a 1 após mais de duas horas de duelo. As parciais foram de 7/6, 4/6 e 6/3.

Guilherme Clezar também foi derrotado nesta terça-feira, na segunda rodada da competição. Caiu diante do australiano Aleksandar Vukic em dois sets, com 7/5 e 6/4 nas parciais.

João Menezes em menos de uma hora

João Menezes precisou de apenas 51 minutos para eliminar Olimjon Nabiev. No primeiro set, com o saque, o brasileiro perdeu apenas um ponto em treze disputados. Na devolução, chegou a ter dois triplos e um duplo break point nos três games em que o uzbeque sacou. Nabiev resistiu nos três, mas acabou quebrado em todos.

No segundo, João Menezes sacou quatro vezes e novamente perdeu apenas um ponto, mas agora em 17 disputados. As duas quebras que conseguiu foram sem muita resistência desta vez. Foram duas, ganhando oito de nove pontos disputados. A vitória veio no sétimo game, no segundo match point.

A próxima rodada promete ser mais difícil para o brasileiro. Ele enfrenta Aleksandr Nedovyesov, do Cazaquistão, quarto cabeça de chave e atual número 194 do ranking mundial. João Menezes entrou na competição como o 355º colocado e Olimjon Nabiev, convidado para participar do Challenger de Samarkand, não figura na lista da ATP.

Guilherme Clezar e Tiago Wild fora o Challenger de Samarkand

O duelo entre Tiago Wild e Uladzimir Ignatik pela segunda rodada do Challenger de Samarkand começou com total predomínio dos sacadores. No primeiro game, nada de quebras, nem ao menos break points, e a parcial foi para o tie break.

Tiago Wild começou melhor o game desempate abrindo 4 a 0, mas o bielorrusso reagiu e virou para 5 a 4. A parti daí o equilíbrio voltou ao duelo e Uladzimir Ignatik fechou no 7/5 no primeiro set point que apareceu.

O segundo set foi da devolução. Nos primeiros sete games foram nada menos do que cinco quebras. melhor para o brasileiro, que fez 4 a 3 no saque do rival, aumentou para 5 a 3 logo a seguir e fechou o jogo no 6/4 também no primeiro set point que conseguiu.

A terceira e decisiva parcial começou como o início do jogo. No quarto game, porém, Tiago Wild deu sinais de que começava a ter dificuldades no saque, pois teve de salvar dois break points. Nos outros dois que sacou, porém, não conseguiu e acabou derrotado por 6/2.

Já Guilherme Clezar começou tomando duas quebras de Aleksandar Vukic, reagiu e devolveu uma no décimo game, quando tinha 5/4 contra, mas voltou a perder o saque logo a seguir. No segundo set a quebra que decidiu a partida a favor do australiano foi no sétimo game. Guilherme Clezar ainda pressionou muito no oitavo, mas não conseguiu devolver e sucumbiu no décimo.

Mais em Tênis