Siga o OTD

Surfe

Hang Loose Pro Contest já tem mais de 100 inscritos de 18 países

O campeonato de surfe mais tradicional da América Latina será disputado com status QS 5000 de 11 a 16 de fevereiro nos tubos da Cacimba do Padre no arquipélago pernambucano

Hang Loose Pro Conteste na Cacimba do Padre em Fernando de Noronha
(WSL/Daniel Smorigo)

Mais de 100 surfistas de 18 países já confirmaram suas participações no Hang Loose Pro Contest em Fernando de Noronha. O tradicional campeonato de surfe voltou a ser disputado nos tubos da Cacimba do Padre em 2019 e vai promover esse ano a 33ª edição na semana dos dias 11 a 16 de fevereiro no arquipélago pernambucano.

Algumas estrelas da elite mundial da World Surf League vão competir na quarta etapa do Hang Loose Pro Contest, como os finalistas do ano passado Yago Dora e o defensor do título em Fernando de Noronha, Jadson André.

O Hang Loose Pro Contest tem status QS 5000 do WSL Qualifying Series, circuito mundial de acesso à World Surf League, esta que reúne os melhores surfistas do mundo. Ou seja, o campeonato em Fernando de Noronha conta na corrida para a elite do ano que vem.

A primeira etapa QS 5000 do ano foi na China e, antes de Fernando de Noronha, serão realizados um em Marrocos, ainda em janeiro, e um em Pipeline, que vai até 10 de fevereiro no Havaí.

Além de Jadson André, mais dois campeões do Hang Loose Pro Contest vão tentar um inédito bicampeonato nos tubos da Cacimba do Padre. Alejo Muniz e Miguel Pupo, que está voltando a elite da WSL esse ano.

Eles venceram as últimas edições dos 13 anos de eventos seguidos em Fernando de Noronha, em 2011 e 2012, respectivamente.

+ Siga o perfil oficial do OTD no Instagram

O esquadrão brasileiro também terá outros fortes concorrentes ao título, como Willian Cardoso, Jessé Mendes, Wiggolly Dantas, Ian Gouveia, Heitor Alves e Paulo Moura, o atual campeão sul-americano da WSL Latin America, João Chianca (RJ), o campeão mundial Pro Junior, Lucas Silveira (RJ), entre outros.

Estrangeiros em Fernando de Noronha

Dos outros dezessete países que terão participantes no Hang Loose Pro Contest, o maior esquadrão estrangeiro vem da França, com doze inscritos, incluindo Joan Duru, que fez parte da WSL até o ano passado.

+ Weston-Webb vai intensificar preparação para Tóquio

Os Estados Unidos formam o segundo maior pelotão com cinco surfistas, seguido pelo Peru e Chile com quatro cada, Portugal com três, Havaí, Espanha e Costa Rica com dois.

África do Sul, Inglaterra, Suécia, Marrocos, Argentina, Uruguai, México, Barbados e El Salvador terão um cada.

Mais em Surfe