Siga o OTD

Nesta sexta-feira, 26, foi dado o pontapé inicial para o Rugby Sevens na edição de 2019 dos Jogos Pan-Americanos. E na sede de Villa Maria Del Triunfo, um dos distritos que formam a Província de Lima, no Peru, as equipes brasileiras tiveram resultados quase opostos. Enquanto o feminino do Brasil venceu as peruanas por 33 a 5, os homens ficaram no empate contra os chilenos: 14 a 14.

+ CONFIRA MAIS SOBRE A MODALIDADE PAN-AMERICANA

E as Yaras, como são conhecidas as atletas brasileiras, foram as primeiras a entrarem em campo. Obviamente, as adversárias contavam com apoio massivo das arquibancadas, mas a torcida do Brasil também se fazia presente. E como na maioria das estreias, o time brasileiro, muito jovem, inciou a partida muito nervoso.

A bola parecia queimar na mão, os nervos impediam a melhor decisão e a hesitação tomou conta dos primeiros minutos. As peruanas sentiram o momento, partiram para cima e fizeram o primeiro try da partida.

Ironicamente, o Brasil passou a jogar melhor saindo atrás no placar. Logo na sequência, Rafaela Zanellato anotou um try e a capitã Raquel Kochhann anotou a conversão, deixando as Yaras em vantagem: 7 a 5.

No início do segundo tempo, Leila dos Santos tomou amarelo e o Brasil ficou com uma a menos. Mas, novamente, na adversidade, a equipe reagiu super bem, desandou a fazer try e definiu a partida. Isadora Cerullo foi a principal pontuadora do Brasil com 12 pontos. As brasileiras ainda enfrentam o México e o Canadá.

Tupis

A vida dos homens brasileiros foi bem mais complicada. A estreia foi diante dos chilenos, grandes rivais sul-americanos e que sempre fazer jogos complicados contra o Brasil no Rugby Sevens. O jogo foi bem nervoso, muito físico e tenso. Daniel Sancery abriu o placar com um try, mas o Chile empatou no minuto final do primeiro tempo, também com um try.

Lucas Duque voltou a deixar o Brasil em vantagem na segunda etapa, mas os chilenos correram atrás e deixaram tudo igual em 14 a 14 a dois minutos do fim do jogo.

Qualquer vacilo poderia ser fatal e nenhuma das equipes queria sair da estreia com uma derrota. Os Tupis até tiveram a última posse de bola, mas o cansaço e a força do rival impediram uma vitória no fim. Com o resultado, Brasil e Chile ainda possuem chances de classificação e ambos ainda enfrentarão os Estados Unidos e Guiana.

Mais em Pan 2019