Siga o OTD

Rugby

Brasil alcança sua melhor posição da história no Ranking mundial

Tupis jogam de igual para igual contra os Teros, em partida que levou os brasileiros ao 24º lugar no Ranking da World Rugby, sua melhor colocação na história

World Rugby

A Seleção Brasileira de Rugby XV continua mostrando ao mundo a sua evolução. Neste sábado (9), a equipe dominou o primeiro tempo contra o Uruguai, uma das grandes forças da modalidade no continente, mas acabou derrotada por 42 a 20, em partida realizada em Montevidéu (URU). O jogo, no Estádio Charrua, marcou a despedida dos Tupis da temporada 2019 do Americas Rugby Championship e os brasileiros têm muito a comemorar, a começar por terem alcançado o 24º lugar no ranking da World Rugby, sua melhor posição na história.

Para conquistar tal feito, os Tupis se valeram não apenas de suas boas apresentações no ARC, mas também das derrotas de Bélgica e Holanda para Espanha e Portugal, respectivamente. O Brasil terminou o principal torneio da modalidade no continente na quarta colocação, com 9 pontos e duas vitórias em cinco jogos. Os números não mostram, mas em campo os brasileiros provaram sua enorme evolução, batendo de frente contra adversários muitos mais fortes, como Estados Unidos e o próprio Uruguai, mesmo jogando fora de casa. O scrum brasileiro, ponto forte do time, virou notícia mundial, com destaque inclusive na imprensa da Austrália e da Nova Zelândia, as maiores referências do rugby. A World Rugby também elogiou o scrum dos Tupis algumas vezes em suas redes sociais.

“O saldo do ARC foi positivo e nos preparamos muito bem para esse momento. Tivemos um banho de água fria contra a Argentina, no primeiro jogo, levando pontos que não esperávamos. Mas foi importante, também, para colocarmos os pés no chão. E a sensação que fica é que se dermos 100%, se o time funcionar, a gente pode ganhar mais jogos e fazer muito barulho ainda”, disse o capitão dos Tupis, Arthur Bergo.

“Gostaria de destacar nosso scrum, que foi muito bom. E, fazendo um balanço da equipe inteira, a gente amadureceu em muitos momentos. Agora precisamos ser mais consistentes durante 80 minutos. Temos flashs de bons momentos, que se perdem ao longo do jogo, e isso ainda precisamos corrigir”, complementa.

O ARC 2019 terminou com a Argentina em primeiro lugar, com 25 pontos, seguida pelo Uruguai, com 18, e Estados Unidos, com 17. O Brasil terminou em quarto lugar, com 9 pontos, contra 7 do Canadá e apenas 1 do Chile.

Mais em Rugby