Siga o OTD

Rugby

EUA superam Brasil em jogo emocionante no Texas

Pela 3ª rodada do Campeonato das Américas de rugby, Brasil faz jogo duro, mas cai para os norte-americanos.

Divulgação/World Rugby

Os Estados Unidos venceram o Brasil em um tremendo jogo no Texas, na noite de sábado (24). Jogando em Austin, os Eagles fizeram 33 a 28 nos Tupis e saíram de campo vitoriosos, mas com alguns sustos nos minutos finais.

Como foram os jogos contra a Argentina XV e o Canadá, nas rodadas um e dois, a melhor arma ofensiva do Brasil foi o scrum. No entanto, no início do jogo, os EUA foram melhores no scrum e Will Magie concluiu um penal para abrir o placar. Minutos depois, Magie acrescentaria um segundo antes de Josh Reeves marcar seu primeiro gol, fazendo um placar de 6-3.

Reunir o kick-off foi um problema para ambas as equipes. Este será um aspecto a ser trabalhado pelas equipes ao longo do primeiro semestre. Ambas foram capazes de marcar pontos após a incapacidade do adversário de garantir a reinicialização. O arremate de Reeves na baliza foi preciso.

A tentativa de abertura se seguiu, chegando aos 22 minutos. Paul Lasike mostrou sua excelência de arremessos de bola ao tentar uma tentativa de Reeves. Maggie acrescentou os extras para dar aos Eagles uma vantagem de 10 pontos. Ele ainda acrescentaria um segundo cinco minutos depois, após uma excelente tentativa de equipe ter sido finalizada no canto direito, pelo apertura Hanco Germishuys.

O bom om trabalho do scrum brasileiro viu Reeves alinhando três pontos. O recomeço não foi coletado pelo Brasil, que viu Germishuys mergulhar e encontrar apoio de Mike Te’o. Magie foi incapaz de conseguir a conversão da linha lateral.

Nos minutos finais do primeiro tempo, o scrum do Brasil continuou a ser dominante. Com o tempo, finalmente, os Tupis encontrariam seu caminho para a linha de try. O Brasil foi mantido em trincheiras tanto pela Argentina XV quanto pelo Canadá em seus dois primeiros jogos da Américas Rugby e levaria outros 40 minutos para acabar com a seca. Marcando com Lucas Duque. Reeves acrescentou os extras para marcar um placar de 25-13 no intervalo.

O primeiro chute de gol de Reeves no primeiro tempo continuou abrindo o segundo tempo. Ele reduziria a vantagem dos Eagles para nove pontos aos 42 minutos, mas estaria fora de campo aos 61 minutos, quando o Brasil cruzou para a segunda tentativa. A pontuação foi do irmão mais novo de Lucas Duque. Ao fazê-lo, Moisés Duque juntou-se ao irmão para marcar um try.

Entre os dois tries dos irmãos Duque, os EUA fizeram outro try. A pontuação foi de John Quill, que usou o jogo de mão para ligar com o Te’o, que tinha feito uma limpeza limpa no flanco esquerdo. Magie falharia em conseguir a conversão, mas com seu pênalti de 67 minutos, ele deu aos Eagles uma vantagem de 33-21.

O time da casa seria forçado a terminar a partida com 14 homens. Ben Landry foi expulso por cartão amarelo com pouco menos de 10 minutos restantes. O Brasil capitalizou com Matteo Dell’Acqua marcando. Reeves acertou mais um chute e reduziu o déficit para cinco pontos, o que deixou emocionante o final da partida.

Ambas as equipes jogarão novamente no próximo final de semana. O Brasil voa para casa para enfrentar o Chile, em Jundiaí, enquanto os Eagles receberão o Uruguai em Seattle, Washington.

PONTUAÇÃO

EUA
Tente: Lasike, Hermishuys, Te’o, Quill
Conversão: Magie (2)
Penalidade: Magie (3)
Cartão Amarelo: Landry

BRASIL
Experimente: L Duque, M Duque, Dell’Acqua
Conversão: Reeves (2)
Penalidade: Reeves (3)
Cartão Amarelo: Abud

EQUIPES

EUA
1 Chance Wenglewski, 2 James Hilterbrand, 3 Paul Mullen, 4 Nate Brakeley, 5 Nick Civetta, 6 John Quill, 7 Hanco Germishuys, 8 Cam Dolan, 9 Shaun Davies, 10 Will Magie, 11 Mike Te’o, 12 Paul Lasike, 13 Bryce Campbell, 14 anos Blaine Scully (capitão), 15 Marcel Brache

Substitutos: 16 Dylan Fawsitt, 17 David Ainu’u, 18 Dino Waldren, 19 Ben Landry, 20 David Tameilau, 21 Kapeli Pifeleti, 22 Ruben de Haas, 23 Will Hooley

BRASIL
1 Lucas Abud, 2 Wilton Rebolo, 3 Jardel Vettorato, 4 Matteo Dell’Acqua, 5 Luiz Vieira, 6 Cléber Dias, 7 Arthur Bergo, 8 André Arruda, 9 Lucas Duque, 10 Josh Reeves, 11 Robert Tenório, 12 Moisés Duque, 13 Felipe Sancery (capt.), 14 Lucas Tranquez, 15 Daniel Sancery

Substitutos: 16 Yan Rosetti, 17 Caíque Silva, 18 Pedro Bengaló, 19 Gabriel Paganini, 20 Alexandre Alves, 21 Douglas Rauth, 22 Lorenzo Massari, 23 Ariel Rodrigues

Mais em Rugby