Siga o OTD

Remo

Eliminatórias marcam o início do Brasileiro de Barcos Curtos

Competição nacional interclubes, realizada na raia da USP, começou nesta quarta (05) com a presença de 191 atletas e 24 clubes.

Primeiro dia do Campeonato Brasileiro Interclubes (CBI) de Remo Barcos Curtos 2020Foto: Divulgação/CBR
Foto: Divulgação/CBR

Começou nesta quarta-feira (05) o Campeonato Brasileiro Interclubes (CBI) de Remo Barcos Curtos 2020, disputado na Raia Olímpica da USP (Universidade de São Paulo). A competição acontece até 9 (domingo) e reúne 191 atletas representando 24 clubes de dez estados do Brasil.

A competição está dividida em duas fases. Até sexta-feira (7), acontecerão as eliminatórias, repescagens, quartas de final e semifinal. No sábado (8), haverá a definição dos vencedores do Troféu Brasil, na qual as disputas são por tipo de barco, sem distinção de idade, definindo os campeões do Single Skiff e Dois Sem, nos dois gêneros.

No domingo (9), acontecerá a final do CBI de Barcos Curtos, quando os seis barcos mais rápidos, de acordo com os resultados nas fases de qualificação, disputarão as finais por categoria. O clube que vencer o maior número de provas conquistará o título brasileiro.

Confira aqui os resultados do primeiro dia de competições

Veja a lista de partidas para a repescagem de quinta-feira (6)

O Brasileiro de Barcos Curtos acabou sendo antecipado para integrar uma das etapas da seletiva nacional da Seleção Brasileira de Remo, que busca vagas para as Olimpíadas de Tóquio 2020. Isso acabou influenciando na preparação das equipes. “O fato de o campeonato ter sido antecipado mudou a nossa preparação. Desde o final do ano passado já estamos em ritmo forte de treinamento. Não tivemos férias”, afirmou Paulo Henrique Macario, coordenador técnico do Flamengo (RJ), equipe que busca o tricampeonato geral do Brasileiro.

“Só paramos no Natal e no Ano Novo. O pessoal está bem focado, porque mudamos a preparação. No recesso, eles fazem um trabalho físico fora da raia, mas agora tivemos que puxar até a periodização, para que eles chegassem na melhor forma possível agora”, explicou Fernando Mello, técnico e coordenador do Corinthians (SP).

Os atletas também sentiram os efeitos nesta mudança de calendário. “Ficamos perto de um calendário europeu. Normalmente faríamos a seletiva em abril para depois começar a montar a seleção, já quase próximo das competições internacionais. Este ano, por causa da Olimpíada, antecipamos um pouco a seletiva e todo mundo teve que começar a preparação lá em outubro e novembro, para chegar em fevereiro com um nível mais forte”, disse Vangelys Pereira, do Flamengo (RJ), que ficou em segundo lugar em sua bateria eliminatória do Single Skiff Masculino.

Campeão do ano passado do Troféu Brasil de Barcos Curtos, Uncas Tales, do Botafogo (RJ) também está aproveitando a competição para recuperar a forma. “Estou chegando bem confiante, mais do que nos outros anos. Tenho feito um trabalho forte para recuperar a autoconfiança, depois das lesões que sofri no ano passado”, disse Uncas, que venceu sua bateria no Single Skiff com mais de dez segundos de vantagem sobre o segundo colocado, Emanuel Borges, do Flamengo.

Ao final do primeiro dia, o Botafogo terminou com o maior número de vitórias nas provas eliminatórias, oito no total. Na sequência, vem o Flamengo, com sete vitórias.

Nesta quinta-feira (6), será realizada a fase de repescagem na parte da manhã, a partir das 8h30, enquanto as quartas de final começarão a partir das 14h.

Mais em Remo