Siga o OTD

Paralímpicos

Acompanhe um dia de treino no CPB no retorno pós pandemia

Em um formato de vlog, o atleta Israel Stroh, do tênis de mesa, mostra os bastidores dos treinamentos no Centro Paralímpico. Assista!

O Centro Paralímpico do Brasil (CPB) voltou a receber os atletas nas últimas semanas. Por isso, o Olimpíada Todo Dia conseguiu um correspondente para mostrar os bastidores. Israel Stroh, do tênis de mesa, mostrou um dia na “nova rotina” e quais são as adaptações do treino nesse retorno. Assista ao vídeo!

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

Quer ver mais vídeos relacionados? Acesse a playlist no canal do OTD.

CT Paralímpico - CPB | Matéria Israel Stroh, tênis de mesa, treino
CT Paralímpico Brasileiro – (Alê/Cabral)

Atletismo é terceira modalidade a retornar ao CT Paralímpico

Mais de quatro meses sem treino. Esse foi o período que a pandemia do novo coronavírus deixou a seleção brasileira de atletismo longe da pista do CT Paralímpico, em São Paulo. Porém, essa espera de mais de 120 dias acabou na última quarta-feira (15).

Depois da natação e do tênis de mesa, com Israel Stroh e companhia, parte da equipe da seleção brasileira de atletismo retornar aos treinos presenciais. Na parte da manhã cinco atletas foram liberados para, respeitando um rígido protocolo sanitário, voltar aos treinamentos presenciais. Leia mais no OTD!

Atletas da seleção paralímpica voltam aos treinos em SP

Os quase quatro meses afastados das atividade no CT Paralímpico de São Paulo por causa da pandemia de coronavírus terminaram nesta segunda-feira (13) para dois atletas da seleção brasileira paralímpica de tênis de mesa: Israel Stroh e Jennyfer Parinos. Eles foram os primeiros da equipe permanente do Brasil a terem atividades no local. Outras duas mesa-tenistas, Bruna Alexandre e Danielle Rauen, retornam aos treinos nesta semana.

Diante da pandemia do coronavírus, no entanto, apenas alguns atletas foram autorizados a voltar pelo CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro). Os cadeirantes, que pertencem ao grupo de risco, por enquanto, terão de esperar em casa, até que sejam estabelecidos índices minimamente seguros para o retorno aos treinos presenciais. Leia mais no OTD!

Mais em Paralímpicos