Siga o OTD

Paralímpicos

Amor pelo goalball une Leomon Moreno e Milena Nogueira

O amor de Leomon Moreno e Milena Nogueira pela modalidade levou os dois atletas para o altar

Leomon Moreno goalball
Leomon Moreno e Milena Nogueira casaram no dia 14 de março (instagram/leomonmorenoficial)

A paixão e dedicação de Leomon Moreno ao goalball rendeu-lhe muitas alegrias. Bicampeão paralímpico, bronze nos Jogos do Rio 2016 e prata em Londres em 2012, além de dois títulos mundiais. No entanto, nenhuma delas, ou ser considerado o melhor jogador do planeta na modalidade, significam mais para o atleta do que ter conhecido uma pessoa.

Durante a disputa de uma competição em Taubaté, Leomon, que veste a camisa do Santos, conheceu Milena Alice Nogueira, da equipe feminina do Peixe. Passados um ano e sete meses de relacionamento, o casal formado através do goalball trocou alianças no alianças no dia 14 de março.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

Leomon é acostumado com o nervosismo das competições, chegou até mesmo a representar o país como porta-bandeiras na abertura dos Jogos Pan-Americanos, quando liderou a entrada da delegação de 337 atletas brasileiros em Lima. No entanto, nenhuma dessas sensações se comparam à de esperar a noiva no altar.

“Fiquei mais ansioso, inquieto, suando frio no momento do casamento. Competições têm aquele nervosismo, mas já é conhecido. Agora, casamento é um mix de sentimentos únicos que você só vai sentir aquele dia da sua vida”, explicou Leomon Moreno.

https://www.instagram.com/p/B9zJ_MAFBht/

Na luta pelo ouro

Deficiente visual, Leomon teve o primeiro contato com o goalball através dos irmãos, Leandro e Leonardo, que também possuem retinose pigmentar. A doença hereditária causa degeneração da retina.

Após 13 anos dedicados à modalidade, Leomon pode dizer que conquistou praticamente tudo o que é possível. Uma das poucas coisas que faltam para preencher a sua estante de títulos é a medalha dourada de uma Paralimpíada. A chance de mudar essa realidade aconteceria nesse ano, nos Jogos de Tóquio, no entanto a pandemia de coronavírus forçou o atleta a adiar os planos por mais um ano.

https://www.instagram.com/p/B1Os-1YAl8T/

“Esse momento é muito importante para todos os seres humanos do mundo. Todo cuidado é pouco, principalmente para nós atletas que precisamos nos manter em atividade”, avaliou. Leomon relatou ainda dificuldade para seguir treinando, o que fez com que comemorasse o adiamento.

“Estou adaptando alguns treinamentos em casa, muitas das vezes com o próprio peso do corpo, e outros na rua, procurando lugares pouco movimentados, bem arejados e evitando aglomerações. Por isso foi uma notícia de alivio para todos nós. Agora, com os Jogos sendo realizados em 2021, ficamos à vontade para conseguirmos nos preparar melhor”, completou.

+ Levada para Fukushima, tocha vira símbolo de resconstrução

A seleção masculina de goalball já está garantida na disputa dos Jogos Paralímpicos de Tóquio, que serão realizados em 2021. Isso porque a equipe conquistou o lugar mais alto do pódio no mundial realizado em Malmö, na Suécia, em 2018.

Lua de mel de treinamentos

Apesar das dificuldades para conseguir treinar, Leomon Moreno comemora o fato da quarentena servir para se aproximar ainda mais de Milena e realizar atividades em parceria com sua esposa.

“Desde quando namorávamos, sempre fomos parceiros de treino. Academia, treino físico na praia, alguns treinos com bola, entre outros. Agora com a quarentena nós aproximamos ainda mais. Nós gostamos de sempre um incentivar o outro”, explicou o atleta.

https://www.instagram.com/p/B3gDrPdlSYR/

Milena confirma que a ajuda do marido tem sido fundamental nesse momento, apesar de garantir que seu próprio “preparador físico” não pega leve nas atividades.

“Estou precisando improvisar alguns exercícios em casa, na rua e em locais sem muitas aglomerações. Leomon tem me ajudado muito nesses dias de quarentena com os treinos e não pega leve comigo. Sou grata a ele por me ajudar e incentivar, ainda mais nesses dias de quarentena”, completou.

Mais em Paralímpicos