Siga o OTD

Jogos Pan-Americanos

Maria Carolina faz índice e se garante no Parapan de Lima

Pelas eliminatórias dos 100m livre do Open Internacional de natação, Maria Carolina, classe S12, faz 59s65 e se garante em Lima 2019

Alê Cabral/CPB

Nesta quinta-feira, 25, primeiro dia de disputas da natação no Open Internacional, começou com as eliminatórias dos 100m livre na piscina do Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, e a nadadora Maria Carolina Santiago já garantiu o índice técnico para disputar os Jogos Parapan-Americanos de Lima 2019 ao vencer a prova pela classe S12.

Ao todo, 602 atletas, de 20 países, sendo 241 da natação e 361 do atletismo, estão inscritos para os três dias de disputas.

A pernambucana Maria Carolina, de 33 anos, competiu pela primeira vez internacionalmente nesta edição do Open e ao terminar a eliminatória dos 100m livre em 59s65, ela garantiu a medalha de ouro na classe S12, assim como o índice técnico estabelecido pelo Departamento Técnico do Comitê Paralímpico Brasileiro para disputar os Jogos Parapan-Americanos de Lima, no Peru, em agosto. Vale ressaltar que obter o índice não garante a convocação para a competição.

“Fiquei muito feliz com o meu tempo, esta é a minha primeira competição internacional, estou treinando desde outubro aqui no CT Paralímpico e fico feliz em ver este resultado”, disse a nadadora que, antes de ingressar no Movimento Paralímpico, competia com os atletas sem deficiência até os 18 anos.
Carol tem síndrome de Morning Glory, uma doença congênita que causa perda da visão e que pode provocar descolamento de retina.

Antes de disputar o Open Internacional, a atleta participou do Trofeu Brasil Maria Lenk, uma das principais competições da natação convencional. “Era um sonho participar do Maria Lenk, pois reúne as melhores nadadoras no convencional. Fiquei muito feliz por ter tido a oportunidade e lá pude melhorar todas as minhas marcas e isso me motivou muito para o Open”, declarou.

Na tarde desta quinta-feira, a atleta ainda nadará a final dos 100m livre. Ao longo do evento, ela competirá os 100m peito e 100m borboleta.

O Open de Atletismo e Natação é chave para a classificação aos respectivos Mundiais e aos Jogos Parapan-Americanos de Lima, que acontecerão no segundo semestre. Vale ressaltar também que o evento faz parte do Grand Prix de atletismo e da World Series de natação, que são circuitos organizados pelo Comitê Paralímpico Internacional (IPC, em inglês). As Seleções Brasileiras também terão a concorrência de atletas de clubes nacionais, que atingiram os índices estabelecidos para obter a classificação ao Open.

Além do Brail, África do Sul, Argentina, Chile, China, Colômbia, Costa Rica, Cuba, El Salvador, Equador, Honduras, Índia, México, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, República Dominicana, Uruguai e Venezuela estarão representados no Open Internacional Loterias Caixa 2019.

Mais em Jogos Pan-Americanos