Siga o OTD

Paralimpíada

Jogadoras do Brasil de goalball retornam após maternidade

As atletas Simone Camargo e Victória Amorim estão de volta após uma pausa nos treinos para serem mães.

Daniel Zappe/CPB/MPIX

Onze jogadoras da Seleção Brasileira feminina de goalball permanecem no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, até esta sexta-feira, 15, para a segunda fase de treinamento da temporada 2019. As atletas Simone Camargo e Victória Amorim estão de volta após uma pausa nos treinos para serem mães.

“Procurei me manter ativa durante a gestação, mas como o goalball é uma modalidade intensa, é preciso interromper os treinos. A prática de esportes é essencial na vida para a manutenção, fortalecimento e preparação do corpo para as atividades do dia a dia. Acho que foi um dos motivos da minha gravidez ter sido saudável e tranquila”, relatou Simone Camargo, que integrou a Seleção campeã nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015.

Em dezembro de 2017, a paulistana Simone Camargo, 42 anos, deu à luz seu segundo filho Nicolas. A atleta, que pratica goalball há 24 anos, nasceu com glaucoma e teve baixa visão até os 12 anos quando sofreu um deslocamento de retina e uma atrofia de nervo óptico, que a deixaram totalmente cega.

Já a carioca Victória Amorim, tem 21 anos e perdeu a visão aos 11 quando um aumento da pressão intracraniana afetou seu nervo óptico. Este mês seu filho Victor completa seu primeiro ano de vida. “Ele já é uma criança ativa e espero ser um exemplo para ele. É difícil ficar tanto tempo longe dele porque sinto saudade, então vou fazer valer a pena dando o meu melhor pela Seleção”, afirmou Victória, que iniciou no goalball em 2011.

Em fevereiro, a Seleção Brasileira feminina de goalball conquistou o bronze no Japan Para Championship, torneio amistoso disputado em Tóquio, Japão. O calendário da modalidade ainda reserva para a Seleção feminina e masculina o Malmö Cup, na Suécia, de 29 de maio a 2 de junho. No entanto, o maior desafio da temporada será os Jogos Parapan-Americanos de Lima, em agosto.

Mais em Paralimpíada