Siga o OTD

Pacto pelo Esporte

Iniciativa privada unida pelo futuro do esporte brasileiro

Sob a liderança da associação Atletas pelo Brasil, acordo privado entre 32 empresas busca ajudar o esporte brasileiro a se desenvolver

O esporte brasileiro precisa de maior investimento e, sobretudo, engajamento. Isso se torna ainda mais relevante em um momento de restrição de recursos públicos e desafios da política nacional de esporte – algo recorrente para quem acompanha o setor. Uma iniciativa para isso é o Pacto pelo Esporte. Trata-se de um acordo privado inédito no mundo, formado por 32 empresas que se uniram com o objetivo de apoiar a melhoria do esporte no Brasil e aumentar o investimento no esporte no longo prazo.

O investimento privado no Brasil ainda pode fazer muito pelo esporte. Ainda hoje, o patrocínio é um risco para as empresas. Não somente pela questão de compliance, mas também do cenário amador que impossibilita que as empresas conheçam as inúmeras formas e vantagens de apoios gratificantes e que ajudem a melhor o esporte nacional.

+ CONHEÇA O SITE OFICIAL

O Pacto pelo Esporte foi lançado em 2015, após a aprovação da 18 A da Lei Pelé e uma articulação de uma associação de atletas, Atletas pelo Brasil. O Pacto foi fruto de um ano de trabalho das áreas de marketing, compliance e jurídico, de 22 empresas. As premissas eram claras. Respeito aos contratos firmados e busca constante para a que patrocínios não sejam cortados mais sim aumentar o número de empresas que aportam recursos no esporte, ao mesmo tempo de mecanismos contratuais para adequações das entidades às regras do acordo.

+ PARCERIA BUSCA CRIAR CONTEÚDO PARA AJUDAR ESPORTE BRASILEIRO A EVOLUIR

Para isso, era preciso saber qual a situação das entidades esportivas – confederações, federações e clubes. Foi assim criado o Rating Integra em conjunto com Atletas pelo Brasil, COB, CPB, clubes e Instituto Ethos. O Rating Integra tem governança própria e dá uma nota às entidades que aplicarem. A ferramenta avalia governança, integridade e transparência. Uma primeira fase é uma auto-avaliação e a segunda fase, a pedido da entidade, é feita uma verificação externa. Não se trata de auditoria, mas sim de uma avaliação do grau de maturidade das organizações nesses três pilares, considerados fundamentais para que a gestão ocorra de maneira eficiente e com menos riscos a todos os envolvidos.

Em 2019, a fase de testes foi concluída. Algumas entidades avaliadas e uma fotografia do setor realizada. Chegou-se a indicadores que prestação de contas a governo é a área mais desenvolvida e os grandes desafios encontram-se em pontos como compliance e gestão de fornecedores . Também foi possível perceber que é possível ter entidades com alto grau de maturidade. Além disso, a primeira avaliação e o feedback das entidades possibilitaram ajustes na ferramenta. Houve o comprometimento de entidades abertas a mudanças e comprometidas com elas.

Nesse ano, a ferramenta do Pacto pelo Esporte, avança para seu segundo ano, as entidades têm até dia 30 de março para realizarem a auto-avaliação e solicitar a avaliação externa.

Mais do que uma avaliação – os resultados do Rating (não ranking) são divulgados somente com autorização das entidades – trata-se de passo importante rumo a uma aproximação entre entidades esportivas e empresas.

O esporte brasileiro é patrimônio nacional. Tem impacto na saúde, na educação, na formação de valores, além de impacto econômico e para o desenvolvimento do país. E o país precisa de maior investimento, engajamento e conhecimento para o seu desenvolvimento. Assistir passivamente ou somente com críticas, podem trazer um alívio momentâneo, mas não resolve o problema. Como toda mudança, é preciso um trabalho de longo prazo, consistente e um equilíbrio entre pressão e envolvimento. Um trabalho de todos. Cada um com seu papel.

AGENDA DO DIA

abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro Feminino A-2 - Grupo B Fortaleza Real Ariquemes abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro Feminino A-2 - Grupo F Brasil de Farroupilha Athletico abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro Feminino A-2 - Grupo F Chapecoense Toledo/Coritiba abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro Feminino A-2 - Grupo F Napoli-SC Fluminense abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro Feminino A-2 - Grupo E Goiás Real Brasília abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro Feminino A-2 - Grupo E Vasco Vila Nova abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro Feminino A-2 - Grupo E Botafogo Atlético-MG abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro Feminino A-2 - Grupo D SERC Atlético-GO abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro Feminino A-2 - Grupo D América-MG Operário abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro Feminino A-2 - Grupo D Juventus-SP Foz Cataratas abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro Feminino A-2 - Grupo C Auto Esporte UDA abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro Feminino A-2 - Grupo C Náutico Cruzeiro-RN abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro Feminino A-2 - Grupo C Bahia Sport abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro Feminino A-2 - Grupo B São Valério Atlético-AC abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro de futebol feminino - Primeira Fase Iranduba Corinthians abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro Feminino A-2 - Grupo B 3B Sport São Francisco abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro Feminino A-2 - Grupo A Tiradentes Oratório abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro Feminino A-2 - Grupo A Juventude Timonense Santos Dumont abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro Feminino A-2 - Grupo A Ceará Esmac abr 5 15:00 Liga de Basquete Feminino Pró-Esporte Sorocaba LSB RJ abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro de futebol feminino - Primeira Fase Ponte Preta Kindermann-Avai abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro de futebol feminino - Primeira Fase Minas ICESP Sao José abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro de futebol feminino - Primeira Fase São Paulo Audax abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro de futebol feminino - Primeira Fase Palmeiras Santos abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro de futebol feminino - Primeira Fase Vitória Flamengo abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro de futebol feminino - Primeira Fase Grêmio Internacional abr 5 15:00 Campeonato Brasileiro de futebol feminino - Primeira Fase Cruzeiro Ferroviária

Mais em Pacto pelo Esporte