Siga o OTD

Paralímpicos

Com nova parceria, atletas projetam crescimento olímpico

De olho em Tóquio 2020, COB e CPB contam com patrocínio da empresa Ajinomoto para expandirem as modalidades olímpicas

Giovana Pinheiro

De olho nas próximas grandes competições internacionais, atletas olímpicos e paralímpicos receberam mais um apoiador na caminhada esportiva. O Time Ajinomoto conta com nomes importantes de diversas modalidades, além de fechar parcerias com as duas maiores entidades do país: Comitê Olímpico do Brasil e o Comitê Paralímpico Brasileiro. Nesta terça-feira (02), em São Paulo, a empresa japonesa realizou um evento para apresentar o Projeto Vitória, que acompanhará a equipe em Tóquio 2020.

A ideia central consiste em trabalhar com alimentação e nutrição adequadas, visando melhor recuperação ao longo dos treinos e um rendimento ainda mais positivo pensando a longo prazo. O desejo é contribuir para que o Brasil supere o desempenho alcançado no Rio de Janeiro 2016.

“Para todos nós, fazer parte do Time Ajinomoto é um grande orgulho. Este investimento não está sendo apenas nas medalhas, não está sendo apenas nas marcas. Servirá também como inspiração para a molecada que está vindo. A molecada precisa de heróis e heroínas, que estão aqui. É um investimento no Brasil. Esporte e educação mudam vidas, são ferramentas sociais e de transformação”, ressaltou Verônica Hipólito, destaque do atletismo paralímpico.

“Fazer parte desse time é essencial. Pensando no cenário do Brasil depois de 2016, os atletas apreensivos com o cenário nebuloso que se formou, ter uma empresa desse porte apostando nos valores olímpicos é muito bom. Isso não deixa que o nosso sonho morra na praia. Com certeza os atletas estão muito agradecidos por poder continuar acreditando”, destacou o judoca Rafael ‘Baby’ Silva, dono de duas medalhas de bronze em Jogos Olímpicos.

“Esse patrocínio da Ajinomoto é um reconhecimento à confiança e credibilidade que o mercado tem no COB. Nós acreditamos que essa parceria pode se fortalecer ao longo dos próximos anos e inspirar um número maior de atletas ao esporte de alto rendimento, sendo também um divisor de águas na conquista de medalhas dos nossos atletas. Com o fortalecimento dessa relação, nós podemos conseguir esse objetivo”, afirmou Rogério Sampaio, diretor geral do Comitê Olímpico do Brasil e campeão de judô na Olimpíada de 1992.

O suporte imediato promovido pela empresa mantém a conexão entre alimentação e esporte, algo fundamental para a atuação dos atletas. Após o acordo e a utilização dos produtos na rotina, o Japão melhorou o retrospecto olímpico nas últimas edições do evento. “A Ajinomoto é uma empresa de saúde e nutrição baseada na ciência dos aminoácidos. Através do suplemento alimentar, esse apoio tem ajudado muito na conquista de medalhas da delegação japonesa”, garantiu Adriana Moucherek, diretora de marketing da Ajinomoto do Brasil

Ao todo, a equipe do Projeto Vitória é formada por 20 representantes, entre eles: Adriana da Silva (maratona), Allan Kuwahara (judô), Arthur Nory (ginástica artística), Bruna Takahashi (tênis de mesa), Caio Pereira (arremesso de peso paralímpico), Dayanne Silva (natação paralímpica), Douglas Brose (caratê), Eduardo Katsuhiro (judô), Francisco Barreto (ginástica artística), Gustavo Montan (atletismo), Marcelo Contini (judô), Marcelo Fuzita (judô), Valeria Kumizaki (caratê), Ana Marcela Cunha (maratona aquática) e Rosângela Santos (atletismo).

Mais em Paralímpicos