Siga o OTD

Natação

Poliana Okimoto se despede e Jhennifer Conceição bate recorde

No dia oficial do adeus de Poliana Okimoto das piscinas, mais um recorde sul-americano foi quebrado na piscina da UNIFA, onde são disputados: o Campeonato Brasileiro Sênior, o Campeonato Brasileiro Júnior e o Torneio Open. Nesta quinta-feira (7), Jhennifer Conceição, do Pinheiros, quebrou a marca da América do Sul ao completar os 50m peito com o tempo de 30s51.

Jhennifer Conceição, que já tinha feito o melhor tempo da prova pela manhã, voltou a brilhar no período da tarde com a expressiva marca. Julia Sebastian, da Unisanta, terminou com a prata ao fazer 31s20 e Ana Carla Carvalho, também do Pinheiros, completou a prova com o tempo de 31s28.

“Consegui uma marca expressiva e estou muito feliz por isso. A piscina é muito boa, também nado pela Aeronáutica e me sinto em casa aqui. Tudo isso é fruto de um trabalho muito bom e muito forte que fazemos todos os dias”, disse.

Campeã Mundial em 2017, Etiene Medeiros caiu na piscina para brilhar na UNIFA. Ela venceu os 100m costas com a marca de 1m00s83 e conquistou mais uma medalha de ouro para sua coleção. Destaque na prova para Fernanda Gomes Celidônio, que pertence à categoria infantil, e conquistou a medalha de bronze entre os adultos ao completar a prova com o tempo de 1m02s26.

“De manhã foi bem atípico, consegui passar mais ou menos bem. Já no período da tarde foi muito bom. Não esperava 1m00. Nadei com meninas de 2001 e 2003 e isso foi muito legal. Hoje eu vi que sou mais velha, o pessoal se espelha em mim. Quero ter essa relação mais próxima com essa galera. Espero que a natação consiga progredir”, falou.

Outro destaque da tarde/noite foi Gabrielle Roncatto. Apesar de ficar com a medalha de bronze nos 200m livre absoluto, ela estabeleceu a nova marca de campeonato na categoria Júnior 2. Manuella Lyrio conquistou a medalha de ouro na categoria absoluto e Larissa Oliveira ficou com a prata.

Quem também se destacou na categoria júnior foi Gabriel Fantoni. O garoto do Minas Tênis Clube voltou a brilhar ao completar os 100m costas com o tempo de 54s48 e estabeleceu o novo recorde brasileiro de categoria.

Homenagens

Assim como no primeiro dia de competições, o segundo dia teve muita emoção. Nesta quinta-feira (7), Poliana Okimoto caiu pela última vez em uma piscina para competir. Ela, que anunciou a aposentadoria nesta semana, nadou as eliminatórias dos 200m livre sob aplausos de todos que estavam no Parque Aquático da UNIFA.

“Não esperava que fosse me emocionar tanto na minha última prova em piscina. Fico grata por ver tanta gente me aplaudindo e feliz por mim. Tenho vários sonhos agora que vou parar e pretendo cumprir todos eles”, disse a ainda atleta que atuará pela última vez na Travessia Rei & Rainha do Mar, no próximo fim de semana, em Copacabana.

Receba novidades do OTD

* = campo obrigatório

powered by MailChimp!

Mais em Natação