Siga o OTD

Maratona Aquática

Em meio à crise, CBDA volta a utilizar sede no Rio de Janeiro

Confederação encerrou o regime de home office e funcionários voltaram a utilizar a sede na cidade carioca

Em meio à crise, CBDA volta a utilizar sede no Rio de Janeiro Foto: Divulgação/CBDA
Foto: Divulgação/CBDA

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) encerrou, nesta segunda-feira (03), o sistema de trabalho em home office implantado em 2019. Com isso, os funcionários, que estavam trabalhando de suas casas, retornam às atividades na sede própria da Confederação. 

O sistema de home office foi implementado no primeiro semestre de 2019, ainda pela antiga diretoria da Confederação. Desde então, os funcionários seguiam cumprindo expediente, mas sem viver a rotina na sede da entidade. Apenas o setor financeiro frequentava a CBDA em dias específicos da semana. 

+INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

“Foi uma luta muito grande para que pudéssemos voltar a utilizar a nossa sede. Desde que assumimos, colocamos como prioridade o retorno dos funcionários à rotina na confederação. Claro que ainda há um caminho muito longo para sanarmos todos os problemas encontrados na CBDA, mas voltar à nossa sede dá vida à confederação e uma motivação muito grande para reerguer a entidade”, disse o presidente Luiz Fernando Coelho. 

Atualmente, a CBDA conta com nove funcionários, dois colaboradores e 12 diretores voluntários empenhados na recuperação da confederação.

O encerramento do sistema de home office é mais uma ação da nova diretoria da CBDA com o intuito de recuperar a entidade. Nos primeiros 100 dias de gestão, foram realizadas ações como: Coletiva de imprensa para mostrar o panorama encontrado na entidade e apresentação do plano de ação e recuperação, publicação do organograma, publicação de critérios que formarão as seleções olímpicas, publicação de um relatório financeiro mensal, publicação dos salários dos funcionários e a realização da eleição da Comissão Nacional de Atletas da CBDA. 

Mais em Maratona Aquática