Siga o OTD

Skiff simples feminino

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – Remo – Skiff simples feminino

Chances do Brasil

Mescando jovens remadores com outros mais experientes, a Confederação Brasileira de Remo convocou 20 atletas para o período de treinamentos e avaliações às vésperas dos Jogos Pan-Americanos, no Rio de Janeiro. Foram dois meses de trabalho, entre maio e julho. A expectativa da comissão técnica é superar o resultado abaixo da média em Toronto 2015, quando o Brasil trouxe para casa somente uma medalha de prata. Milena Viana foi a escolhida como a representante do país no single skiff.

A estrela dos Jogos

A canadense Silken Laumann também é medalhista olímpica

Ao longo da história do skiff simples feminino, somente duas atletas conquistaram duas medalhas de ouro nos Jogos Pan-Americanos. A canadense Silken Laumann levou a melhor em Indianápolis 1987 e deu o primeiro título para o país, que posteriormente se tornaria o maior vencedor da categoria. Laumann repetiu o feito em Mar del Plata 1995 e também é dona de três medalhas olímpicas (dois bronzes e uma prata). A partir da chegada do novo milênio, a cubana Mayra González dominou a prova por duas edições consecutivas e igualou o retrospecto, garantindo o ouro em Santo Domingo 2003 e no Rio de Janeiro 2007.

Medalhistas

ANO Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze
1983 Chris Ernst
 Estados Unidos
María Fernanda de la Fuente
 México
Maureen Grace
 Canadá
1987 Silken Laumann
 Canadá
Gretchen Weimer
EUA
Martha García
 México
1991 Cynthia Ryder
EUA
Martha García
 México
Yaquelín Hernández
 Cuba
1995 Silken Laumann
 Canadá
Ruth Davidon
EUA
María Garisoain
 Argentina
1999 Marnie McBean
 Canadá
Leslie Burns-Rawley
EUA
Manuela González
 Cuba
2003 Mayra González
 Cuba
Fiona Milne
 Canadá
Caroline Bishop
EUA
2007 Mayra González
 Cuba
Gabriela Best
 Argentina
Camila Vargas
 El Salvador
2011 Margot Shumway
EUA
Gabriela Best
 Argentina
Isolda Penney
 Canadá
2015 Carling Zeeman
 Canadá
Katherine McFetridge
EUA
Soraya Jadue
 Chile

Quadro de medalhas

Posição País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1  Canadá 4 1 2 7
2  EUA 3 4 1 8
3  Cuba 2 0 2 4
4  México 0 2 1 3
 Argentina 0 2 1 3
6  El Salvador 0 0 1 1
 Chile 0 0 1 1

O esporte

As provas de remo são disputadas no sistema de eliminatória, contando com repescagem, semifinal e final. As distâncias percorridas nas provas são de dois mil metros. As raias, com largura padrão recomendada pela FISA, têm 13,50 metros de largura e profundidade entre 3 e 3,50 metros.

Os barcos utilizados para as competições são constituídos por um, dois, quatro ou oito remadores. Quando são oito remadores, é obrigatório ter um timoneiro. Ele é um integrante que não rema, mas é o responsável por orientar e incentivar a sua equipe durante as provas. Cada remador pode conduzir o barco utilizando um ou dois remos dependendo do tipo de barco. O formato do remo varia conforme a modalidade. Em algumas provas são utilizadas remos de até 4 metros. (Reprodução/Casal Travinha)