Siga o OTD

Skiff quádruplo masculino

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – Remo – Skiff quádruplo masculino

Chances do Brasil

Mescando jovens remadores com outros mais experientes, a Confederação Brasileira de Remo convocou 20 atletas para o período de treinamentos e avaliações às vésperas dos Jogos Pan-Americanos, no Rio de Janeiro. No entanto, ainda não há a definição dos representantes para as disputas no Peru. O planejamento prevê cerca de dois meses de trabalhos entre maio e julho. A lista oficial para o evento em Lima será divulgada no dia 14 de junho. A expectativa da comissão técnica é superar o resultado abaixo da média em Toronto 2015, quando o Brasil trouxe para casa somente uma medalha de prata.

A estrela dos Jogos

Cuba conquistou o bicampeonato consecutivo ao triunfar em Santo Domingo 2003 e no Rio de Janeiro 2007. Yoennis Hernández e Yuleidys Cascaret foram os remadores que participaram das delegações vitoriosas, garantindo, assim, duas medalhas de ouro no quádruplo masculino. Apesar do sucesso em conjunto, outro cubano já havia conseguido o feito décadas atrás nos Jogos Pan-Americanos. Nelson Simón também tem dois títulos no currículo com os desempenhos na Cidade do México 1975 e em San Juan 1979.

Nossos pódios

A primeira aparição do Brasil no pódio do skiff quádruplo masculino aconteceu há exatos 40 anos. Na ocasião, a equipe formada por José Geret, Waldemar Trombetta, Paulo Dworakowski e Gilberto Gerhardt terminou com a segunda colocação em San Juan 1979 e fechou com a disputa com a prata. Já em Santo Domingo 2003, os brasileiros novamente brigaram entre os líderes nos Jogos Pan-Americanos: Allan Bitencourt, Anderson Nocetti, Leandro Tozzo e Marcelus Marcili conquistaram o bronze na República Dominicana, a segunda e última medalha do brasil na categoria até aqui.

Medalhistas

Jogos Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze
1975 Francisco Rodríguez
Nelson Simon
Rigoberto Suarez
Ramón Luperón

 Cuba
Jack St Clair
John Sonberg
James Ricksecker
Henry Killen

 EUA
Pablo Rion
Edgar Tams
Gustavo Scheffler
Ricardo Scheffler

 México
1979 Cesar Herrera
Nelson Simon
Roberto Quintero
Miguel Castro

 Cuba
Jose Geret
Waldemar Trombetta
Paulo Dworakowski
Gilberto Gerhardt

 Brasil
Christopher Wood
Bruce Beall
Gregg Stone
Alan Shealy

EUA
1983 Philip Haggerty
Robert Mills
Mel Laforme
Greg Murphy

 Canadá
Alberto Castro
Arturo Salfran
Cesar Herrera
Orestes Vega

 Cuba
Kurt Lungwitz
Ricardo Gonzalez
Omar Ferrari
Oscar Santorsola

 Argentina
1991 Indefinido
 Cuba
Matt Horvat
Andrew Morrow
James Moulton
Frank Rowe

EUA
Indefinido
 México
1995 Sergio González
Santiago Fernández
Rubén Knulst
Guillermo Pfaab

 Argentina
David Gleeson
Jason Galles
Brian Jamieson
Tim Young

Estados Unidos
O. Gutierrez
J. Gonzalez Garcia
Leonides Same Sanchez
O. Ramirez Cabrera

 Cuba
2003 Dioglis Abad
Yoennis Hernández
Yosbel Martínez
Yuleidys Cascaret

 Cuba
Andres Medina
Leandro Salvagno Rattaro
Rodolfo Collazo
Ruben Scarpati

 Uruguai
Allan Bitencourt
Anderson Nocetti
Leandro Tozzo
Marcelus Marcili

 Brasil
2007 Yuleidys Cascaret
Janier Concepción
Ángel Fournier
Yoennis Hernández

 Cuba
Víctor Claus
Ariel Suárez
Santiago Fernández
Cristian Rosso

 Argentina
Warren Anderson
Jamie Schroeder
Deaglan McEachern
Francis Cuddy

EUA
2011 Alejandro Cucchietti
Santiago Fernández
Cristian Rosso
Ariel Suárez

 Argentina
Janier Concepción
Adrián Oquendo
Eduardo Eubio
Yoennis Hernández

 Cuba
Horacio Rangel
Edgar Valenzuela
Patrick Loliger
Santiago Sataella

 México
2015 Julien Bahain
Matthew Buie
Will Dean
Robert Gibson

 Canadá
Adrián Oquendo
Orlando Sotolongo
Eduardo Rubio
Ángel Fournier

 Cuba
Cristian Rosso
Osvaldo Suárez
Rodrigo Murillo
Brian Rosso

 Argentina

Quadro de medalhas

Posição País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1  Cuba 5 3 1 9
2  Argentina 2 1 2 5
3  Canadá 2 0 0 2
4  EUA 0 3 2 5
5  Brasil 0 1 1 2
6  Uruguai 0 1 0 1
7  México 0 0 3 3

O esporte

As provas de remo são disputadas no sistema de eliminatória, contando com repescagem, semifinal e final. As distâncias percorridas nas provas são de dois mil metros. As raias, com largura padrão recomendada pela FISA, têm 13,50 metros de largura e profundidade entre 3 e 3,50 metros.

Os barcos utilizados para as competições são constituídos por um, dois, quatro ou oito remadores. Quando são oito remadores, é obrigatório ter um timoneiro. Ele é um integrante que não rema, mas é o responsável por orientar e incentivar a sua equipe durante as provas. Cada remador pode conduzir o barco utilizando um ou dois remos dependendo do tipo de barco. O formato do remo varia conforme a modalidade. Em algumas provas são utilizadas remos de até 4 metros. (Reprodução/Casal Travinha)

AGENDA DO DIA

dez 15 03:30 Mundial Júnior de Polo Aquático Masculino - Grupo D Brasil 6 Austrália 9 dez 15 04:50 Mundial Júnior de Polo Aquático Masculino - Grupo D Uzbequistão 4 Grécia 27 dez 15 06:10 Mundial Júnior de Polo Aquático Masculino - Grupo B Canadá 7 Espanha 15 dez 15 07:30 Mundial Júnior de Polo Aquático Masculino - Grupo A Japão 26 África do Sul 11 dez 15 08:00 Campeonato Brasileiro de tênis de mesa Individual Olímpico (sênior, lady e Absolutos). dez 15 08:50 Mundial Júnior de Polo Aquático Masculino - Grupo C Kuwait 8 Estados Unidos 16 dez 15 10:10 Mundial Júnior de Polo Aquático Masculino - Grupo B Rússia 9 Hungria 12 dez 15 11:00 Bundesliga de tênis de mesa TTC Zugbrucke Grenzau 1 TTF Liebherr Ochsenhausen 3 dez 15 11:30 Mundial Júnior de Polo Aquático Masculino - Grupo A Sérvia 11 Croácia 6 dez 15 12:50 Mundial Júnior de Polo Aquático Masculino - Grupo C Montenegro 12 Itália 12 dez 15 13:00 Campeonato Italiano de vôlei masculino Padova (ITA) 0 Lube Civitanova (ITA) 3 dez 15 13:00 Campeonato Italiano de vôlei feminino Monza (ITA) 1 Busto Arsizio (ITA) 3 dez 15 13:00 Campeonato Italiano de vôlei feminino Novara (ITA) 3 Perugia Volley (ITA) 1 dez 15 13:00 Campeonato Italiano de vôlei feminino Scandicci (ITA) 3 Caserta (ITA) 0 dez 15 13:00 Campeonato Italiano de vôlei masculino Calabria (ITA) 3 Monza (ITA) 2 dez 15 13:00 Campeonato Italiano de vôlei masculino Sora (ITA) 0 Trentino (ITA) 3 dez 15 15:30 Paulista de handebol masculino - Disputa de terceiro lugar Corinthians/Guarulhos 32 CAI/GHC (PI) 27 dez 15 16:00 Brasileiro Sub-16 de futebol feminino - Final São Paulo 1 Santos 0 dez 15 18:00 Paulista de handebol masculino - Final Pinheiros 20 Taubaté/FAB/UNITAU 20 dez 15 18:30 Amistoso de futebol feminino Brasil 4 México 0 dez 15 20:00 Superliga de vôlei masculino - Primeira Fase Sesi 3 Sesc RJ 0 dez 15 20:00 NBA Philadelphia 76ers Brooklyn Nets dez 15 23:00 Mundial da classe finn - Finn Gold Cup Jorge Zarif