Siga o OTD

Skiff duplo feminino

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – Remo – Skiff duplo feminino

Chances do Brasil

Mescando jovens remadores com outros mais experientes, a Confederação Brasileira de Remo convocou 20 atletas para o período de treinamentos e avaliações às vésperas dos Jogos Pan-Americanos, no Rio de Janeiro. No entanto, ainda não há a definição dos representantes para as disputas no Peru. O planejamento prevê cerca de dois meses de trabalhos entre maio e julho. A lista oficial para o evento em Lima será divulgada no dia 14 de junho. A expectativa da comissão técnica é superar o resultado abaixo da média em Toronto 2015, quando o Brasil trouxe para casa somente uma medalha de prata.

Medalhistas

ANO Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze
1983 Anne Marden
Monica Havelka

EUA
Marie Guadet
Heather Hattin

 Canadá
Veronika Schreiber
Ana Gamble

 México
1987 Martha García
Ana Gamble

 México
Jennie Marshall
Holly Kays

EUA
Karen Ashford
Connie Delise

 Canadá
1991 Martha García
Lopez

 México
Molly Hoyle
Linda Muri

EUA
M. Hernandez
Y. Ortiz Ruiz

 Cuba
1995 Marnie McBean
Diane O’Grady

 Canadá
Michelle Knox
Andrea Thies

EUA
M. Hernandez
Y. Ortiz Ruiz

 Cuba
1999 Laryssa Biesenthal
Jenn Browett

 Canadá
Olwen Huxley
Karin Hughes

EUA
Manuela González
Maurenis Hernández

 México
2003 Marilyn Taylor
Stacey Norwood

 Canadá
Catherine Humblet
Kathryn Madigan

EUA
María Orellana
Soraya Jadue

 Chile
2007 Sarah Trowbridge
Margaret Matia

EUA
Peggy Hyslop
Cristin McCarty

 Canadá
Yursleydis Venet
Mayra González

 Cuba
2011 Yariulvis Cobas
Aimee Hernandez

 Cuba
Megan Walsh
Catherine Reddick

EUA
Barbara McCord
Audra Vair

 Canadá
2015 Kerry Shaffer
Antje von Seydlitz

 Canadá
Nicole Ritchie
Lindsay Meyer

 EUA
Aimee Hernandez
Yariulvis Cobas

 Cuba

Quadro de medalhas

Posição País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1  Canadá 4 2 2 8
2  EUA 2 7 0 9
3  México 2 0 2 4
4  Cuba 1 0 4 5
5  Chile 0 0 1 1

O esporte

As provas de remo são disputadas no sistema de eliminatória, contando com repescagem, semifinal e final. As distâncias percorridas nas provas são de dois mil metros. As raias, com largura padrão recomendada pela FISA, têm 13,50 metros de largura e profundidade entre 3 e 3,50 metros.

Os barcos utilizados para as competições são constituídos por um, dois, quatro ou oito remadores. Quando são oito remadores, é obrigatório ter um timoneiro. Ele é um integrante que não rema, mas é o responsável por orientar e incentivar a sua equipe durante as provas. Cada remador pode conduzir o barco utilizando um ou dois remos dependendo do tipo de barco. O formato do remo varia conforme a modalidade. Em algumas provas são utilizadas remos de até 4 metros. (Reprodução/Casal Travinha)