Siga o OTD

Times femininos

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – Raquetebol – Times femininos

Local da competição

Villa Deportiva Regional del Callao

Local: Lima

A estrela dos Jogos

Longoria e Salas são as atuais bicampeãs das equipes femininas no Pan

Principais atletas mexicanas, Paola Longoria e Samantha Salas também são as maiores vencedoras dos times femininos nos Jogos Pan-Americanos. Como equipe, elas conquistaram dois ouros e colocaram o país na liderança do quadro de medalhas da categoria. Os triunfos vieram em Guadalajara 2011 e Toronto 2015, com duas vitórias sobre os Estados Unidos. Além disso, o México também contabiliza uma medalha de bronze em Mar del Plata 1995, na Argentina.

Medalhistas

ANO Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze
1995  EUA  Canadá  México
2011 Paola Longoria
Samantha Salas
 México
Cheryl Gudinas
Rhonda Rajsich
Aimee Ruiz
 EUA
Jenny Daza
Cintia Loma
María Jose Vargas
 Bolívia
María Córdova
María Muñoz
 Equador
2015 Paola Longoria
Samantha Salas
 México
Michelle Key
Rhonda Rajsich
Kim Russell Waselenchuk
 EUA
Jennifer Saunders
Frédérique Lambert
 Canadá
Veronica Sotomayor
María Muñoz
 Equador

Quadro de medalhas

Posição País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1  México 2 0 1 3
2  EUA 1 2 0 3
3  Canadá 0 1 1 2
4  Equador 0 0 2 2
5  Bolívia 0 0 1 1

O esporte

As regras do raquetebol são semelhantes às de squash. Os jogadores ficam de frente para a parede, alternando saques com uma raquete encordoada amarrada ao pulso para não escapar da mão. Usam também óculos de acrílico para se proteger de boladas. Podem-se utilizar as paredes laterais e o teto como pontos de impacto da bola de borracha, este último é o principal para diferir as modalidades. O objetivo é evitar que ela repique duas vezes no chão. Caso contrário, ponto para o adversário. Vence quem fechar primeiro dois sets de 15 pontos. As partidas podem ser individuais, em duplas ou trios.