Siga o OTD

Pentatlo Moderno

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – Pentatlo Moderno

EVENTOS
Individual FEM MAS
Revezamento FEM MAS MIS

Apesar de ser uma modalidade tradicional na história dos Jogos Pan-Americanos, o pentatlo moderno não é unanimidade no programa oficial da competição e esteve de fora por dois grandes hiatos. A primeira aparição aconteceu em Buenos Aires 1951, justamente na edição de estreia do torneio. Em Lima 2019, o esporte completará 20 anos de frequência.

Para as competições na capital peruana, cada nação poderá levar até seis atletas, divididos igualmente entre os naipes feminino e masculino. O Brasil assegurou cinco vagas e já definiu quem serão os representantes: Isabela Abreu, Priscila Oliveira, Maria Ieda Guimarães, Danilo Fagundes e Felipe Nascimento. Em caso de necessidade, a Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno também convocou Stephany Saraiva e William Muinhos como reservas imediatos. Os resultados nas disputas individuais valem como classificação direta para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Considerando todo o retrospecto, o Brasil ocupa a segunda colocação no quadro geral de medalhas. Ao todo, são quatro ouros e cinco pratas conquistadas. Com o resultado, o país só está atrás dos Estados Unidos, que já faturaram 11 ouros, sete pratas e seis bronzes até aqui.

Quadro de Medalhas

Posição País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1  EUA 11 7 6 24
2  Brasil 4 5 0 9
3  México 3 3 7 13
4  Guatemala 1 1 0 2
5  Canadá 0 2 2 4
6  Cuba 0 1 0 1
7  Argentina 0 0 2 2
8  Chile 0 0 2 2