Siga o OTD

500m feminino

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – Patinação – 500m feminino

Local da competição

Polideportivo 3 – Villa Deportiva Nacional (VIDENA)

Local: Lima

Capacidade: 860 torcedores

A estrela dos Jogos

Mesmo com apenas quatro aparições nos Jogos Pan-Americanos, a categoria de 500m feminino da patinação velocidade tem um nome a ser destacado. A argentina Nora Vega obteve o melhor resultado de uma atleta desde San Juan 1979, quando levou a medalha de ouro e conquistou o título da edição. Mais tarde, em Mar del Plata 1995, novamente retornou ao pódio e faturou o bronze atuando em casa. Desta maneira, ocupa a primeira colocação geral no retrospecto individual.

Medalhistas

ANO Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze
1979 Nora Vega
Flag of Argentina.svg Argentina
Linda Dorso
Flag of the United States.svg EUA
Elaine Coley
Flag of the United States.svg EUA
1995 Heather Laufer
Flag of the United States.svg EUA
Gipsy Lucas
Flag of the United States.svg EUA
Nora Vega
Flag of Argentina.svg Argentina
1999 Andrea González
Flag of Argentina.svg Argentina
Berenice Moreno
Flag of Colombia.svg Colômbia
Julie Brandt
Flag of the United States.svg EUA
2015 Hellen Montoya
Flag of Colombia.svg Colômbia
Erin Jackson
Flag of the United States.svg EUA
Ingrid Factos
Flag of Ecuador.svg Equador

Quadro de medalhas

Ordem País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1 Flag of Argentina.svg Argentina 2 0 1 3
2 Flag of the United States.svg EUA 1 3 2 6
3 Flag of Colombia.svg Colômbia 1 1 0 2
4 Flag of Ecuador.svg Equador 0 0 1 1

O esporte

Os competidores correm em sentido anti-horário, sobre uma pista oval. Os procedimentos são semelhantes aos da patinação no gelo. A largura da reta da pista de patinação sobre rodas limita o número de patinadores num páreo. No início de uma corrida, as pontas dos patins dos competidores devem estar exatamente sobre a linha de partida. Um competidor que, deliberadamente, comece antes de o juiz de partida atirar, ou que cause uma falsa largada, é advertido. Numa terceira infração o patinador é desclassificado.
O competidor na dianteira tem prioridade sobre o caminho e só pode ser ultrapassado pela margem externa da pista de patinação enquanto se mantiver na margem interna. A responsabilidade por qualquer obstrução ou colisão e do patinador que estiver ultrapassando, a menos que o patinador na dianteira deliberadamente cometa infração. O vencedor de uma corrida individual de patinação sobre rodas é o primeiro patinador a atingir a linha de chegada com um dos patins.