Siga o OTD

200m medley masculino

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – Natação – 200m medley masculino

Chances do Brasil

Melhor brasileiro no ranking da FINA da categoria na atual temporada, Caio Pumputis é a esperança brasileira por medalhas na capital peruana. A marca conquistada no Troféu Maria Lenk (1m57s70) é satisfatória em comparação com os resultados históricos do Pan. Com o tempo registrado, o jovem nadador só não seria campeão em uma oportunidade e ficaria abaixo do recorde dos 200m medley, conquistado por Henrique Rodrigues em Toronto 2015.

Local da competição

Centro Aquático Pan-Americano
Local: Videna – Vila Deportiva Nacional (Lima)
Capacidade: 4.000 torcedores

A estrela dos Jogos

Thiago Pereira é o maior medalhista da prova considerando o retrospecto geral dos Jogos Pan-Americanos. O nadador carioca frequenta o pódio desde a edição de Santo Domingo 2003, quando faturou a medalha de prata. Na sequência, foi soberano atuando em casa, no Rio de Janeiro 2007, e assegurou o bicampeonato em Guadalajara 2011. Por fim, voltou de terras canadenses com mais uma prata em Toronto 2015. Thiago também já foi medalhista olímpico e mundial defendendo as cores do Brasil.

Nossos pódios

Antes de Thiago Pereira, Ricardo Prado colocou a bandeira brasileira entre os três melhores pela primeira vez: ouro em Caracas 1983 e bronze em Indianápolis 1987. Depois do terceiro lugar em Guadalajara 2011, Henrique Rodrigues voltou com tudo quatro anos mais tarde. Além de estabelecer o recorde da prova, levou a quarta medalha de ouro do país na categoria.

Medalhistas

ANO Medalha de ouro TEMPO Medalha de prata TEMPO Medalha de bronze TEMPO
1967 Doug Russell
United States EUA
2:13.22 William Utley
United States EUA
2:13.68 Sandy Gilchrist
Canada Canadá
2:16.61
1971 Steve Furniss
United States EUA
2:10.82 Frank Heckl
United States EUA
2:12.11 Felipe Muñoz
Mexico México
2:16.28
1975 Steve Furniss
United States EUA
2:09.77 Mike Curington
United States EUA
2:10.17 Bill Sawchuk
Canada Canadá
2:11.63
1979 Jesse Vassallo
United States EUA
2:03.29 Graham Smith
Canada Canadá
2:05.86 Scott Spann
United States EUA
2:11.63
1983 Ricardo Prado
Brazil Brasil
2:04.51 Bill Barrett
United States EUA
2:04.90 Steve Lundquist
United States EUA
2:06.36
1987 Bill Stapleton
United States EUA
2:03.58 Paul Wallace
United States EUA
2:04.92 Ricardo Prado
Brazil Brasil
2:04.94
1991 Ron Karnaugh
United States EUA
2:00.92 Manuel Guzmán
Puerto Rico Porto Rico
2:03.99 Ray Looze
United States EUA
2:04.29
1995 Curtis Myden
Canada Canadá
2:01.70 Greg Burgess
United States EUA
2:03.62 Eric Namesnik
United States EUA
2:03.70
1999 Curtis Myden
Canada Canadá
2:02.38 Joe Montague
United States EUA
2:03.08 Owen Von Richter
Canada Canadá
2:03.80
2003 George Bovell
Trinidad and Tobago Trinidad e Tobago
1:59.49 Thiago Pereira
Brazil Brasil
2:02.31 Eric Donnelly
United States EUA
2:02.52
2007 Thiago Pereira
Brazil Brasil
1:57.79 Robert Margalis
United States EUA
2:00.69 Bradley Ally
Barbados Barbados
2:00.96
2011 Thiago Pereira
Brazil Brasil
1:58.07 Conor Dwyer
United States EUA
1:58.64 Henrique Rodrigues
Brazil Brasil
2:03.41
2015 Henrique Rodrigues
Brazil Brasil
1:57.06 Thiago Pereira
Brazil Brasil
1:57.42 Gunnar Bentz
United States EUA
2:00.04

Quadro de medalhas

Posição País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1 United States EUA 6 9 6 21
2 Brazil Brasil 4 2 2 8
3 Canada Canadá 2 1 3 6
4 Trinidad and Tobago Trinidad e Tobago 1 0 0 1
5 Puerto Rico Porto Rico 0 1 0 1
6 Barbados Barbados 0 0 1 1
Mexico México 0 0 1 1

O esporte

Nas provas individuais da categoria medley, o nadador realiza quatro estilos diferentes na seguinte ordem: borboleta, costas, peito e nado livre. Neste caso, o nado livre é qualquer outro estilo que não seja o borboleta, costas e peito. Desta maneira, os atletas adotam o nado crawl. Os movimentos devem ser executados considerando as regras de cada modalidade. Vence quem completar o trajeto em menos tempo.