Siga o OTD

10km feminino

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – Maratona Aquática – 10km feminino

Chances do Brasil

O maior sonho de Ana Marcela Cunha é conquistar a medalha olímpica da prova dos 10km feminino da maratona aquática. Para isso, primeiro se classificou para os Jogos de Tóquio 2020 no Mundial de Esportes Aquáticos, que foi disputado um pouco antes dos Jogos Pan-Americanos Lima 2019. Ou seja, a nadadora baiana vai para o Peru com a vaga olímpica garantida para tentar o inédito pódio dos Jogos Pan-Americanos.

Ana Marcela Cunha já disputou duas vezes a prova de 10km feminino em Jogos Pan-Americanos. No Rio de Janeiro 2007, ficou em quinto lugar. Quatro anos depois, em Guadalajara 2011, terminou em sétimo. Agora, depois de ter sido campeã da Série Mundial de maratona aquática em 2018, a brasileira chega a Lima 2019 como grande favorita. Suas principais adversárias serão a americana Haley Anderson e a equatoriana Samantha Arévalo, que conquistaram alguns pódios no circuito mundial no ano passado.

Na Olimpíada do Rio de Janeiro, Haley Anderson terminou em quinto lugar e foi a segunda melhor das Américas, atrás apenas da medalha de bronze Poliana Okimoto, que se aposentou em 2017. Samantha Arévalo chegou na nona colocação, um lugar acima de Ana Marcela. Já no Mundial de 2017, Arévalo ficou com a medalha de prata, enquanto a brasileira foi bronze.

A estrela dos Jogos

Os Estados Unidos é a grande força da prova de 10km feminino da maratona aquática na história dos Jogos Pan-Americanos. Em três disputas ocorridas até hoje, as americanas ganharam duas medalhas de ouro e uma de bronze. As vitórias foram conquistadas por Chloe Sutton no Rio de Janeiro 2007 e por Eva Fabian (foto) em Toronto 2015. Christine Jennings ficou em terceiro lugar em Guadalajara 2011.

Além dos Estados Unidos, apenas a Argentina faturou a medalha de ouro na prova de 10km feminino da maratona aquática feminina dos Jogos Pan-Americanos com Cecília Biaglioli em 2011.

Nossos pódios

Única medalhista olímpica brasileira dos 10km feminino da maratona aquática com o bronze conquistado nos Jogos do Rio de Janeiro 2016, Poliana Okimoto é também a atleta do país com mais conquistas nos Jogos Pan-Americanos. Ela foi duas vezes medalha de prata: no Rio de Janeiro 2007 e em Guadalajara 2011.

Medalhistas

ANO Medalha de ouro TEMPO Medalha de prata TEMPO Medalha de bronze TEMPO
2007 Chloe Sutton
EUA
2:13:47.6 Poliana Okimoto
Brasil
2:13:48.4 Tanya Hunks
Canadá
2:13:50.5
2011 Cecilia Biagioli
Argentina
2:04:11.5 Poliana Okimoto
Brasil
2:05:51.3 Christine Jennings
EUA
2:05:52.2
2015 Eva Fabian
EUA
2:03:17.0 Paola Pérez Sierra
Venezuela
2:03:17.0 Samantha Arévalo
Equador
2:03:17.1

Quadro de Medalhas

Ordem País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1  EUA 2 0 1 3
2  Argentina 1 0 0 1
3  Brasil 0 2 0 2
4  Venezuela 0 1 0 1
5  Canadá 0 0 1 1
 Equador 0 0 1 1