Siga o OTD

Acima de 109kg

Com Fernando Reis, Mundial de Levantamento de Peso começa nesta terça-feira

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – Levantamento de Peso – acima de 109kg masculino

Chances do Brasil

A categoria acima de 109 kg é a que o Brasil tem mais possibilidade de ganhar a tão esperada medalha de ouro. Fernando Reis foi bicampeão nos Jogos Pan-Americanos, conquistando o primeiro lugar na categoria acima de 105 kg nas edições de 2011, em Guadalajara, e em 2015, quando o torneio foi realizado em Toronto.

Além disso, o brasileiro fez história ano passado ao terminar em quarto lugar no Campeonato Mundial de levantamento de peso, com a marca de 436 kg no total – em 2017 o atleta tinha ficado em sexto lugar. Já nos Jogos Olímpícos, Fernando Reis terminou em um honroso 5° lugar na edição de 2016, realizada no Rio de Janeiro.

Local da competição

Coliseo Mariscal Caceres

Local: Lima

Capacidade: 7.000

Medalhistas

ANO Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze
1971 Ken Patera
EUA
Fernando Bernal
Cuba
Price Morris
Canadá
1975 Gerardo Fernández
Cuba
Bruce Wilhelm
EUA
Fernando Bernal
Cuba
1979 Thomas Stock
EUA
Marc Cardinal
Canadá
Jorge Gadala María
El Salvador
1983 Reynaldo Chávez
Cuba
William Boyd
Jamaica
Não houve
1987 Mario Alvarez Martinez
EUA
John Bergman
EUA
Calvin Stamp
Jamaica
1991 Ernesto Aguero
Cuba
Mario Alvarez Martinez
EUA
Jeff Michels
EUA
1995 Modesto Sánchez
Cuba
Mark Henry
EUA
Mario Alvarez Martinez
EUA
1999 Shane Hamman
EUA
Cristian Escalante
Chile
Modesto Sánchez
Cuba
2003 Hidelgar Morillo
Venezuela
Cristian Escalante
Chile
Plaiter Reyes
 República Dominicana
2007 Cristian Escalante
Chile
Casey Burgener
EUA
Víctor Heredia
Venezuela
2011 Fernando Reis
Brasil
Yoel Morales
Venezuela
George Kobaladze
Canadá
2015 Fernando Reis
Brasil
George Kobaladze
Canadá
Fernando Salas
Equador

Quadro de Medalhas

Ordem País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1  EUA 4 5 2 11
2  Cuba 4 1 2 7
3 Brasil 2 0 0 2
4 Chile 1 2 0 3
5 Venezuela 1 1 1 3
6  Canadá 0 1 2 3
7 Jamaica 0 1 1 2
8 El Salvador 0 0 1 1
Equador 0 0 1 1
 República Dominicana 0 0 1 1

O Esporte

O levantamento de peso surgiu lá atrás como uma maneira simples de determinar quem era o mais forte. Mas a modalidade que se tornaria olímpica também tinha outros propósitos. Em 1.100 a.C., por exemplo, os chineses utilizavam o levantamento de peso como maneira de selecionar novos soldados para o Exército. Levantar diversos pesos era um pré-requisito para ser aceito.

Embora não tenha entrado como esporte nos Jogos da Grécia Antiga, o levantamento de peso já era praticado à época, principalmente como forma de preparação para outras modalidades. A primeira escola de levantamento de peso, no entanto, só surgiu no século 19, na Áustria. Antes disso, a prática se tornara popular como apresentação de circo na Europa e nos Estados Unidos.

Em 1887, há registros de concursos de levantamento de peso disputados na Áustria. Começaram a surgir federações — as primeiras na França e na Rússia —, e o esporte foi tomando forma. Em 1891, por exemplo, foi disputado o primeiro Campeonato Mundial de levantamento de peso, com a participação de sete atletas de seis países diferentes.

O levantamento de peso entrou no programa olímpico desde o início da era moderna. Em Atenas-1896, a disputa ainda não era dividida entre categorias de peso. Isso ocorreu pela primeira vez nos Jogos da Antuérpia-1920. As mulheres só começaram a competir nas Olimpíadas de Sydney-2000.

Regras

As competições são constituídas de três disciplinas, com dois movimentos-padrão: o arranco e o arremesso. O somatório dos maiores pesos levantados em cada uma das duas provas, determina o total combinado ou total olímpico e quem levantar mais peso, ganha.

Arranco

O arranco é a primeira prova da competição e consiste em levantar a barra do solo até acima da cabeça num movimento sem pausa, sem apoiá-la no corpo.

A barra é colocada horizontalmente em frente das pernas do levantador. É agarrada, com as palmas das mãos para baixo e puxada em um movimento único da plataforma e erguida até a extensão completa de ambos os braços acima da cabeça, enquanto que o levantador se agacha ou dobra as pernas.

Deve, então, ergue-se, estabilizar-se, durante dois segundos, e esperar o sinal de “abaixar” dos árbitros. Os árbitros dão o sinal de “abaixar” a barra logo que o levantador fique imóvel em todas as partes do corpo.

Arremesso

O arremesso é executado em duas partes. Primeiro, a barra é colocada horizontalmente em frente das pernas do levantador. É agarrada, com as palmas das mãos para baixo e levantada até à altura dos ombros, por cima do peito, enquanto que o levantador se agacha ou dobra as pernas; a seguir, reergue-se e alinha-se.

Na segunda parte, usando a força conjunta de braços e pernas, a barra é levantada acima da cabeça, enquanto que faz um movimento em forma de tesoura com as pernas; a seguir deve realinhar as pernas, com braços estendidos, estabilizar-se, durante dois segundos, e esperar o sinal de “abaixar” dos árbitros. Os árbitros dão o sinal de “abaixar” a barra logo que o levantador fique imóvel em todas as partes do corpo.

O estilo desenvolvimento, que foi abolido, também era feito em duas partes: a primeira era como na primeira parte do arremesso, a segunda era realizado apenas com a extensão do braços, somente em força.

Em cada uma das provas os atletas dispõem de três tentativas para levantar a maior carga possível.

Para qualquer prova, a utilização de carbonato de magnésio nas mãos, pernas etc., é permitido.

AGENDA DO DIA

dez 15 03:30 Mundial Júnior de Polo Aquático Masculino - Grupo D Brasil 6 Austrália 9 dez 15 04:50 Mundial Júnior de Polo Aquático Masculino - Grupo D Uzbequistão 4 Grécia 27 dez 15 06:10 Mundial Júnior de Polo Aquático Masculino - Grupo B Canadá 7 Espanha 15 dez 15 07:30 Mundial Júnior de Polo Aquático Masculino - Grupo A Japão 26 África do Sul 11 dez 15 08:00 Campeonato Brasileiro de tênis de mesa Individual Olímpico (sênior, lady e Absolutos). dez 15 08:50 Mundial Júnior de Polo Aquático Masculino - Grupo C Kuwait 8 Estados Unidos 16 dez 15 10:10 Mundial Júnior de Polo Aquático Masculino - Grupo B Rússia 9 Hungria 12 dez 15 11:00 Bundesliga de tênis de mesa TTC Zugbrucke Grenzau 1 TTF Liebherr Ochsenhausen 3 dez 15 11:30 Mundial Júnior de Polo Aquático Masculino - Grupo A Sérvia 11 Croácia 6 dez 15 12:50 Mundial Júnior de Polo Aquático Masculino - Grupo C Montenegro 12 Itália 12 dez 15 13:00 Campeonato Italiano de vôlei masculino Padova (ITA) 0 Lube Civitanova (ITA) 3 dez 15 13:00 Campeonato Italiano de vôlei feminino Monza (ITA) 1 Busto Arsizio (ITA) 3 dez 15 13:00 Campeonato Italiano de vôlei feminino Novara (ITA) 3 Perugia Volley (ITA) 1 dez 15 13:00 Campeonato Italiano de vôlei feminino Scandicci (ITA) 3 Caserta (ITA) 0 dez 15 13:00 Campeonato Italiano de vôlei masculino Calabria (ITA) 3 Monza (ITA) 2 dez 15 13:00 Campeonato Italiano de vôlei masculino Sora (ITA) 0 Trentino (ITA) 3 dez 15 15:30 Paulista de handebol masculino - Disputa de terceiro lugar Corinthians/Guarulhos 32 CAI/GHC (PI) 27 dez 15 16:00 Brasileiro Sub-16 de futebol feminino - Final São Paulo 1 Santos 0 dez 15 18:00 Paulista de handebol masculino - Final Pinheiros 20 Taubaté/FAB/UNITAU 20 dez 15 18:30 Amistoso de futebol feminino Brasil 4 México 0 dez 15 20:00 Superliga de vôlei masculino - Primeira Fase Sesi 3 Sesc RJ 0 dez 15 20:00 NBA Philadelphia 76ers Brooklyn Nets dez 15 23:00 Mundial da classe finn - Finn Gold Cup Jorge Zarif