Siga o OTD

Handebol Masculino

Tabela do handebol masculino – Jogos Pan-Americanos – Lima 2019

Grupo A

Grupo B

Fase Final

DISPUTA DO 7º. LUGAR

DISPUTA DE 5º. LUGAR

DISPUTA DE 3º. LUGAR

FINAL

Chances do Brasil

Foto: Cbhb

Apesar de ter perdido o título do Campeonato Pan-Americano para a Argentina em 2018, a Seleção Brasileira vai entrar como favorita nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019. A campanha feita no Mundial, disputado em janeiro de 2019, credencia a equipe comandada pelo técnico Washington Nunes a ficar com o título e conquistar a única vaga em disputa no torneio de handebol masculino para a Olimpíada de Tóquio 2020.

No Mundial, o Brasil conquistou a melhor colocação de sua história ao ficar em nono lugar. Em oito jogos, foram cinco vitórias e três derrotas, quatro delas sobre europeus, que confirmaram o ótimo momento vivido pelo goleiro Bombom, pelo ponta Felipe Borges e pelos armadores José Toledo e Haniel Langaro, que foram os principais destaques do país durante o torneio.

Nenhum outro país das Américas conseguiu passar da primeira fase do Mundial de handebol masculino. Depois do Brasil, o melhor classificado foi o Chile, que ficou em 16º., com duas vitórias e três derrotas na competição. A Argentina foi a 17ª. com uma vitória, um empate e três derrotas ao longo da competição.

Local da competição

Ginásio Polideportivo 1 no Centro Desportivo Pan-Americano

Local: Lima

Capacidade: 2.500 torcedores

Nossos pódios

Washington Alves/Exemplus/COB

A Seleção Brasileira é a líder do quadro histórico de medalhas dos Jogos Pan-Americanos com três ouros, quatro pratas e um bronze, mas a primeira conquista demorou para acontecer. O torneio de handebol masculino foi disputado pela primeira vez em Indianapolis 1987 e o título ficou com os Estados Unidos, donos da casa, que venceram Cuba na final. O  Brasil ficou apenas com a medalha de bronze.

Entre Havana 1991 e Winnipeg 1999, o domínio do handebol masculino nos Jogos Pan-Americanos foi de Cuba. Foram três títulos seguidos, sempre derrotando o Brasil na final. O primeiro ouro brasileiro só veio em Santo Domingo 2003 e se repetiu no Rio de Janeiro 2007 com vitórias sobre a Argentina na decisão.

Em Guadalajara 2011, a Argentina deu o troco no Brasil, ficando com sua primeira medalha de ouro, mas em Toronto 2015, a Seleção Brasileira voltou a vencer e, finalmente, ultrapassou Cuba, assumindo a liderança do quadro de medalhas.

Medalhistas

ANO Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze
1987 EUA Cuba Brasil
1991 Cuba Brasil EUA
1995 Cuba Brasil Argentina
1999 Cuba Brasil Argentina
2003 Brasil Argentina EUA
2007 Brasil Argentina Cuba
2011 Argentina Brasil Chile
2015 Brasil Argentina Chile

Quadro de medalhas

Ordem País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1  Brasil 3 4 1 8
2  Cuba 3 1 1 5
3  Argentina 1 3 2 6
4  EUA 1 0 2 3
5  Chile 0 0 2 2