Siga o OTD

Florete por equipes masculino

Florete por equipes masculinoJogos Pan-Americanos – Lima 2019 – Esgrima – Florete por equipes masculino

Calendário

De acordo com a agenda dos Jogos Pan-Americanos, as competições de Florete por equipes masculino estão marcadas para acontecer no dia 9 de agosto.

Chances do Brasil Florete por equipes masculina

O Brasil vai em busca de sua terceira medalha consecutiva no Florete por equipes masculino em Jogos Pan-Americanos. O trio será liderado por Guilherme Toldo, esperança de pódio também na disputa individual, e será completado por Heitor Shimbo, que foi bronze em 2011 também nesta prova, Henrique Marquesm que juntos formam o atual top 3 do ranking brasileiro.

Local da competição

Centro de Convenções de Lima

As estrelas dos JogosFlorete por equipes masculino

Estados Unidos e Cuba são os grandes vencedores da prova ao longo da história dos Jogos Pan-Americanos. Nas últimas duas edições, porém, o Florete por equipes masculino tem um dono: o trio estadunidense formado por Miles Chamley-Watson, Alexander Massialas e Gerek Meinhardt. A equipe pode, portanto, conquistar seu próprio tricampeonato, além do tetra dos Estados Unidos, que não deixam o lugar mais alto do pódio desde 2003.

Nossos pódiosFlorete por equipes masculino

Depois de passar em branco em 14 edições dos Jogos Pan-Americanos, o Brasil enfim quebrou o tabu e conseguiu um lugar no pódio em 2011, quando Fernando Scavasin, Heitor Shimbo, Guilherme Toldo e Renzo Agresta conquistaram o inédito bronze. Quatro anos depois, o país voltou a figurar no top 3, desta vez ficando com a prata.

Medalhistas

ANO Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze
1951  EUA  Argentina  Cuba
1955  Argentina  EUA  Venezuela
1959  EUA  Venezuela Canadá
1963  EUA  Argentina  Venezuela
1967  Argentina  EUA  Cuba
1971  EUA  Cuba  México
1975  Cuba  EUA  México
1979  Cuba  EUA  Argentina
1983  Cuba  EUA  Venezuela
1987  Cuba  Canadá  EUA
1991  Cuba  EUA  Canadá
1995  Cuba  EUA  Argentina
1999  Cuba  EUA  Venezuela
2003  EUA  Cuba  Venezuela
2011  EUA  Canadá  Brasil
2015  EUA  Brasil  México

Quadro de medalhas

Ordem País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1  EUA 7 8 1 16
2  Cuba 7 2 2 11
3  Argentina 2 2 2 6
4  Canadá 0 2 2 4
5  Venezuela 0 1 5 6
6  Brasil 0 1 1 2
7  México 0 0 3 3

A provaFlorete por equipes masculino

A esgrima consiste no combate entre atletas, que se utilizam de uma “arma-branca” para atacar e defender. É, porém, a o único esporte de combate em que não é permitido contato corporal.

Os combates são realizados em uma pista de 14 metros de comprimento e 1,5 a 2 metros de largura, sendo que os esgrimistas são posicionados a uma distância de dois metros um do outro.

O objetivo é tocar o adversário com a ponta da arma sem ser tocado e os pontos são definidos por meio de um sensor, que identifica quando um esgrimista foi tocado em sua superfície válida.

O florete é um pouco menor e mais leve do que a espada, medindo 90 centímetros e pesando 500 gramas. E os pontos são marcados quando a ponta acerta a virilha ou o tronco do adversário.

Na disputa por equipes, times de três competidores se enfrentam em nove séries de três minutos. Vence aquele que acumular mais pontos, ou atingir o adversário 45 vezes – justamente o triplo em relação ao individual.