Siga o OTD

sprint masculino

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – ciclismo de pista – sprint masculino

Chances do Brasil

A categoria sprint masculino é uma das que o Brasil terá mais dificuldade para conseguir subir ao pódio, principalmente pela falta de atletas nacionais com capacidade de brigar pelas primeiras posições de uma competição de tão alto nível e pelo equilíbrio da prova.

A esperança do Brasil é Kacio Fonseca, que no momento se encontra no Top-40 do mundo e é um dos atletas sul-americanos melhores ranqueados. Mesmo sendo o único brasileiro presente no Top-80 do ranking mundial, o brasileiro tem condições de brigar até o fim pelo pódio dos Jogos Pan-Americanos.

O ponto a ser destacado é que os competidores sul-americanos normalmente não estão no mais alto escalão, que é dominado pelos europeus.

Data

De acordo com o programa oficial dos jogos pan-americanos, as competições de levantamento de peso estão programadas para acontecer em Lima entre os dias 01 a 04 de agosto. 

Villa Deportiva Nacional

Local: Lima

Capacidade: 6.000

A Estrela dos Jogos

O grande nome da categoria é Marty Nothstein, um dos maiores atletas norte-americanos da modalidade.

Isso porque, além de ter sido medalha de ouro nas edições de 1995 (Mar del Plata) e 1999 (Winnipeg) dos Jogos Pan-Americanos, o ex-ciclista teve uma carreira com grandes conquistas pessoais, entre elas primeiro lugar nos Jogos Olímpicos de 2000, em Sidney, e campeão mundial em 1996, competição esta que aconteceu na cidade de Manchester.

Nossos Pódios

Como em muitas categorias do ciclismo nos Jogos Pan-Americanos, o Brasil ainda não conseguiu colocar uma atleta no pódio. Entre os motivos estão a forte concorrência de países como Estados Unidos da América e do Canadá, muito fortes na modalidade.

Por isso, a edição de 2019 pode ser uma marco caso o ciclismo brasileiro consiga colocar um de seus atletas em uma das três melhores posições da prova.

Medalhistas

ANO Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze
1987 Ken Carpenter
Bandera de Estados Unidos EUA
Mark Gorski
Bandera de Estados Unidos EUA
Curtis Harnett
Bandera de Canadá Canadá
1991 Richard Young
Bandera de Canadá Canadá
D. Hiram
Bandera de Cuba Cuba
John González
Bandera de Colombia Colômbia
1995 Marty Nothstein
Bandera de Estados Unidos EUA
Marcelo Arrue
Bandera de Chile Chile
Gil Cordovés
Bandera de Cuba Cuba
1999 Marty Nothstein
Bandera de Estados Unidos EUA
Christian Arrue
Bandera de Estados Unidos EUA
Julio Herrera
Bandera de Cuba Cuba
2003 Barry Forde
Bandera de Barbados Barbados
Leonardo Narváez
Bandera de Colombia Colômbia
Giddeon Massie
Bandera de Estados Unidos EUA
2007 Julio César Herrera
Bandera de Cuba Cuba
Ben Barczewski
Bandera de Estados Unidos EUA
Andy Lakatosh
Bandera de Estados Unidos EUA
2011 Hersony Canelón
Venezuela Venezuela
Fabián Puerta
Colômbia Colômbia
Njisane Phillip
Trinidad e Tobago Trinidad e Tobago
2015 Hugo Barrette
Canadá Canadá
Njisane Phillip
Trinidad e Tobago Trinidad e Tobago
 Hersony Canelón
Venezuela Venezuela

Quadro de Medalhas

Ordem País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1  EUA 3 3 2 8
2  Canadá 2 0 1 3
3  Cuba 1 1 2 4
4  Venezuela 1 0 1 2
5  Barbados 1 0 0 1
6  Colômbia 0 2 1 3
7  Trinidad e Tobago 0 1 1 2
8  Chile 0 1 0 1

O Esporte

Considerado um dos esportes mais praticados em todo o mundo, o ciclismo é uma das modalidades esportivas com maior variedade de competições, seja na prática amadora ou em grandes competições internacionais, como os Jogos Pan-Americanos.

O ciclismo de pista é uma tipo de competição esportiva e é dividido em algumas categorias, como Sprint, Keirin, team sprint, omnium e madison.

A categoria Sprint é uma modalidade que envolve dois ou quatro ciclistas que disputam a prova contra os seus oponentes. Neste caso, os corredores começam a prova juntos. Normalmente, os atletas dão um grande arranque para gerar uma alta velocidade em um curto espaço de tempo e terminar o percurso com um tempo menor que seus oponentes.