Siga o OTD

cross country masculino

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – ciclismo mountain bike – cross country masculino

Chances do Brasil

Henrique Avancini entra na disputa do cross country masculino como o grande favorito à conquista da medalha de ouro. O brasileiro, que vive o melhor momento da carreira, é o atual quarto colocado do ranking mundial e o melhor das Américas. O brasileiro está mais experiente e será o ciclista a ser batido nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019.

Além de Henrique, o Brasil também será representado por Guilherme Muller. O atleta está no Top-40 do mundo na categoria e já disse que tem esperança de chegar ao pódio em entrevista ao Olimpíada Todo Dia.

Local da competição

Morro Solar – Chorrillos

Local: Lima

A Estrela dos Jogos

A categoria ciclismo mountain bike – cross country masculino é uma das mais competitivas e equilibradas dos Jogos Pan-Americanos e, por isso, é difícil destacar apenas um atleta como grande estrela do modalidade.

Porém, o norte-americano Jeremiah Bishop pode ser considerado a referência da categoria já que foi o único competidor que subiu no pódio em mais de uma oportunidade: medalha de ouro em 2003 e medalha de bronze em 2011.

Ao longo de sua carreira, o atleta dos Estados Unidos da América mostrou ser um competidor de alto nível e teve grandes momentos, principalmente em 2007, já que venceu sete competições profissionais da categoria.

Nossos Pódios

Até o momento, o Brasil conseguiu colocar dois atletas no pódio da categoria, marcando o nome do país na modalidade nos Jogos Olímpicos.

Em 2003, na edição de Santo Domingo, o brasileiro Eduvandro Cruz teve um excelente desempenho e ficou na segunda colocação, atrás apenas do americano Jeremiah Bishop.

Já quatro anos depois, na edição que aconteceu na cidade do Rio de Janeiro, Rubens Valeriano também fez um circuito impecável e ficou muito perto de garantir a tão sonhada medalha de ouro. Apesar da “frustração”, o atleta do Brasil ficou na vice-liderança e teve um dos melhores desempenhos do país na competição.

Medalhistas

ANO Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze
1995 Tinker Juarez
Bandera de Estados Unidos EUA
Andrés Brenes
Bandera de Costa Rica
Sandro Miranda
Bandera de Argentina Argentina
1999 Steve Larsen
Bandera de Estados Unidos EUA
Carl Swenson
Bandera de Estados Unidos EUA
Chris Sheppard
Bandera de Canadá Canadá
2003 Jeremiah Bishop
Bandera de Estados Unidos EUA
Edivandro Cruz
Bandera de Brasil Brasil
Deiber Esquivel
Bandera de Costa Rica
2007 Adam Craig
Bandera de Estados Unidos EUA
Rubens Valeriano
Bandera de Brasil Brasil
Dario Gasco
Bandera de Argentina Argentina
2011 Leonardo Páez
Bandera de Colombia Colômbia
Maximilliam Plaxton
Bandera de Canadá Canadá
Jeremiah Bishop
Bandera de Estados Unidos EUA
2015 Raphaël Gagné
Bandera de Canadá Canadá
Catriel Soto
Bandera de Argentina Argentina
Stephen Ettinger
Bandera de Estados Unidos EUA

Quadro de Medalhas

Ordem País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1  EUA 4 1 2 7
2  Canadá 1 1 1 3
3 Bandera de Colombia Colômbia 1 0 0 1
4  Brasil 0 2 0 2
5 Bandera de Argentina Argentina 0 1 2 3
6 Bandera de Costa Rica Costa Rica 0 1 1 2

O ESPORTE

Assim como o BMX, o mountain bike surgiu da curiosidade e da ânsia por aventura dos norte-americanos da década de 1970. Foi no estado da Califórnia que ciclistas que buscavam uma experiência diferente do asfalto das estradas resolveram enfrentar trilhas e terrenos acidentados com suas bicicletas.

Um grupo de San Francisco ajudou bastante na divulgação da modalidade ao realizar um dos primeiros campeonatos de mountain bike. A prova, disputada entre os anos de 1976 e 1979, ocorreu nas proximidades da famosa ponte Golden Gate e acabou atraindo bastante interesse para a nova vertente do ciclismo.

Em 1983, os norte-americanos realizaram o primeiro campeonato nacional do esporte. Com o crescimento nos Estados Unidos e em outros países da Europa e na Austrália, o mountain bike teve seu primeiro Mundial realizado em 1990, já sob a sanção da União Ciclística Internacional (UCI). A partir de então, não demorou tanto para que a modalidade chegasse aos Jogos Olímpicos. A estreia veio justamente no berço do esporte — os Estados Unidos — em Atlanta-1996.

A bicicleta do mountain bike tem pneus mais largos do que a de estrada, além de amortecedores traseiros e dianteiros, para diminuir o impacto para os atletas nos terrenos acidentados do percurso. O material utilizado, também por conta do impacto, é mais resistente. Entretanto, não deixa a bicicleta tão pesada, ficando com cerca de 8kg a 9kg.

AGENDA DO DIA

jan 28 07:45 Aberto da Alemanha de Tênis de Mesa Orawan Paranang (TAI) 4 Caroline Kumahara (BRA) 2 jan 28 08:00 ITF de Monastir Nina Alibalic (AUS)/Iikhitha Kalava (IND) Erika Pereira (BRA)/Florencia Araya (CHL) jan 28 09:25 Aberto da Alemanha de Tênis de Mesa Bruna Takahashi (BRA) Tijana Jokic (SER) jan 28 10:30 ITF de Cancún Eduarda Piai (BRA) Brittany Collens (EUA) jan 28 11:00 Challenger de Punta del Este Gilbert Klier (BRA) Hernan Casanova (ARG) jan 28 11:00 Challenger de Punta del Este Felipe Meligeni (BRA) Sergio Galdos (PER) jan 28 11:00 ITF de Cancún Nathaly Kurata (BRA) Maya Pitts (EUA) jan 28 12:00 ITF de Cancún Mateus Alves (BRA) Nick Chappell (EUA) jan 28 12:00 ITF de Cancún Ingrid Gamarra Martins (BRA) Stephanie Visscher (HOL) jan 28 12:30 Challenger de Punta del Este Guilherme Clezar (BRA) Andrea Collarini (ARG) jan 28 12:30 Challenger de Punta del Este Pedro Sakamoto (BRA) João Domingues (POR) jan 28 13:00 ITF de Cancún Igor Marcondes (BRA)/José Pereira (BRA) Felix Corwin (EUA)/Matic Spec (ESL) jan 28 13:35 Aberto da Alemanha de Tênis de Mesa Gustavo Tsuboi (BRA) Martin Allegro (BEL) jan 28 13:35 Aberto da Alemanha de Tênis de Mesa Thiago Monteiro (BRA) Zhang Kai (EUA) jan 28 13:35 Aberto da Alemanha de Tênis de Mesa Vitor Ishiy (BRA) Aleksandar Karakasevic (SER) jan 28 13:35 Aberto da Alemanha de Tênis de Mesa Eric Jouti (BRA) Leonardo Mutti (ITA) jan 28 14:00 Campeonato Romeno de handebol feminino Râmnicu Vâlcea (ROM) Slatina (ROM) jan 28 15:00 WTA de Newport Beach Nadia Podoroska (ARG) Gabriela Cé (BRA) jan 28 16:00 Euroliga de basquete feminino Lyon Asvel (FRA) BLMA (FRA) jan 28 16:00 Campeonato Espanhol de handebol feminino Balonmano Malaga (ESP) Granollers (ESP) jan 28 16:30 ITF de Cancún Nathaly Kurata (BRA)/Sara Lança (POR) Ingrid Gamarra Martins (BRA)/Eduarda Piai (BRA) jan 28 16:30 Aberto da Alemanha de Tênis de Mesa Cristian Pletea (ROM)/Elizabeta Samara (ROM) Vitor Ishiy (BRA)/Bruna Takahashi (BRA) jan 28 16:30 Champions League de basquete masculino Iberostar Tenerife (ESP) VEF Riga (LET) jan 28 16:30 Champions League de vôlei masculino Lube Civitanova (ITA) Ceske Budejovice (TCH) jan 28 18:00 Libertadores de vôlei masculino - Primeira Fase Sesc RJ Obras de San Juan jan 28 19:30 Superliga de vôlei feminino - Primeira Fase Sesc RJ São Paulo jan 28 19:30 Superliga de vôlei feminino - Primeira Fase Dentil Praia Clube Pinheiros jan 28 19:30 Challenger de Newport Beach Fernando Romboli (BRA)/Denis Istomin (UZB) Jamie Cerretani (EUA)/Maxime Cressy (EUA) jan 28 19:30 Superliga de vôlei feminino - Primeira Fase Sesi Vôlei Bauru Fluminense jan 28 20:00 NBB Botafogo Minas Tênis Clube jan 28 20:00 Superliga de vôlei feminino - Primeira Fase Flamengo Valinhos jan 28 20:00 Superliga de vôlei feminino - Primeira Fase Minas Tênis Clube São Cristóvão Saúde/São Caetano jan 28 20:00 Superliga de vôlei feminino - Primeira Fase Osasco Audax Curitiba Vôlei jan 28 20:00 Pré-Olímpico de futebol masculino - Grupo B Peru Uruguai jan 28 20:00 NBB Flamengo Unifacisa jan 28 20:30 Challenger de Punta del Este Juan Fumeaux (URU)/Emiliano Troche (URU) Oscar Gutiérrez (BRA)/Hernan Casanova (ARG) jan 28 21:00 NBA Philadelphia 76ers Golden State Warriors jan 28 21:00 Libertadores de vôlei masculino - Primeira Fase Bolivar (ARG) Minas Tênis Clube jan 28 22:00 NBA Memphis Grizzlies Denver Nuggets jan 28 22:30 Pré-Olímpico de futebol masculino - Grupo B Brasil Bolívia