Siga o OTD

Duplas femininas

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – Boliche – Duplas femininas

Chances do Brasil

Elenco brasileiro na disputa do Pan-Americano de boliche em 2018

Em junho, Confederação Brasileira de Boliche divulgou oficialmente o nome dos atletas que representarão o país nos Jogos Pan-Americanos. Para as disputas femininas, confirmada a presença de Stephanie Martins, representante do Brasil na Copa do Mundo da modalidade, realizada em Las Vegas em novembro de 2018. Além disso, ela também faturou a medalha de ouro no individual feminino do Pan-Americano de boliche. Sétima colocada no Campeonato Brasileiro desta temporada, Roberta Rodrigues completa a delegação. A paulista integrou a equipe que participou do Pan de Toronto 2015. Com todas as vagas possíveis preenchidas, expectativa é que a equipe brasileira brigue por medalhas na capital peruana.

Local da competição

Centro de Boliche

Local: Villa Deportiva Nacional (ViDeNa), San Luis, Lima

Capacidade: 1.000 torcedores

Medalhistas

ANO Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze
1995 Missy Howard/
Lesia Stark
EUA
Georgina Serratos/
Gabriela Sandoval
México
Margalit Mizrachi/
Mariela Alarza
Venezuela
1999 Não houve
2003 Adriana Pérez/
Illiana Lomeli
México
Shannon Pluhowsky/
Stacy Werth
EUA
Sara Vargas/
Clara Guerrero
Colômbia
2007 Diandra Asbaty/
Tennelle Milligan
EUA
Michelle Ayala/
Yoselin Leon
 Porto Rico
Adriana Pérez/
Sandra Gongora
 México
2011 Liz Johnson/
Kelly Kulick
EUA
Sandra Gongora/
Miriam Zetter
México
Anggie Ramirez/
Maria Jose Rodriguez
Colômbia
2015 Clara Guerrero/
Rocio Restrepo
Colômbia
Liz Johnson/
Shannon Pluhowsky
EUA
Patricia de Faria/
Karen Marcano
Venezuela

Quadro de medalhas

Ordem País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1  EUA 3 2 0 5
2  México 1 2 1 4
3  Colômbia 1 0 2 3
4  Porto Rico 0 1 0 1
5  Venezuela 0 0 2 2

O esporte

(Staff photo/DAN PEARCE)

O jogo de boliche é disputado em 10 rodadas (frames). Antes do início da partida, é definida a ordem em que os competidores se organizarão. Cada jogador tem direito de arremessar duas bolas por rodada, com o intuito de derrubar o maior número de pinos possível.

Caso derrube todos os pinos com a primeira bola (strike), o jogador não faz a segunda tentativa e será a vez do adversário fazer suas jogadas. Cada pino derrubado pelo jogador conta como um ponto. Sendo assim, os pontos são acumulados ao longo das rodadas e, após o décimo frame, o jogador que somar mais pontos é o vencedor.

Se o jogador derrubar todos os pinos em sua primeira jogada da rodada (strike), ele fará naquele frame 10 pontos mais a soma do total de pinos que derrubar nas duas rodadas seguintes. Por exemplo, se ele faz um strike no primeiro frame, derruba quatro pinos no segundo e nove pinos no terceiro, ele fará 23 pontos na primeira rodada (10 somados a quatro e nove). Caso o jogador derrube todos os pinos precisando das duas jogadas da rodada (spare), ele fará naquele frame 10 pontos mais a soma dos pinos derrubados na rodada seguinte. Por exemplo, se ele faz um spare no quarto frame e derruba sete pinos no quinto, ele fará 17 pontos na quarta rodada (10 somados a 7). (Reprodução: Regras dos Esportes)