Siga o OTD

5000m feminino

Jogos Pan-Americanos – Lima 2019 – Atletismo – 5000m feminino

Chances do Brasil

Tatiele de Carvalho viaja para a Espanha nesta quarta-feiraTudo vai depender das adversárias que estiverem na pista, mas pelos tempos obtidos em 2018, o Brasil não deve entrar com muitas chances de medalha na prova dos 5000m feminino dos Jogos Pan-Americanos Lima 2019. A melhor marca do ano passado foi obtida por Tatiele Roberta de Carvalho (15:58.06), que foi apenas a 66ª. melhor das Américas. Pelo menos, a briga deve ser boa para representar o país, o que pode fazer subir o nível das atletas na prova. Além de Tatiele, outras três brasileiras fizeram em 2018 tempo abaixo do índice exigido: Jenifer do Nascimento Silva (16:12.04), Maria Aparecida Ferraz (16:19.13) e Juliana Santos (16:40.70).

Das quatro, a que tem a melhor marca na carreira é Juliana Santos com 15:45.97, que deu a ela a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos Toronto 2015. Ao mesmo tempo, ela é a mais velha do grupo. Terá 39 anos em Lima 2019 e última vez que baixou dos 16 minutos foi em 2016. A mais jovem é Jenifer, de 28 anos. Maria Aparecida faz 29 durante os Jogos de Lima e Tatiele faz 30 no fim do ano.

Local da competição

Estádio Atlético Pan-Americano

Local: Lima

Capacidade: 12.000 torcedores

A estrela dos Jogos

A prova dos 5000m rasos feminino demorou para começar a ser disputada nos Jogos Pan-Americanos. A estreia dela só aconteceu em Mar Del Plata 1995. Foi exatamente lá que começou o domínio da mexicana Adriana Fernández. Ela ganhou o ouro na Argentina e repetiu o feito mais duas vezes: em Winnipeg 1999 e Santo Domingo 2003. As três conquistas a tornaram a maior vencedora dos 5000m feminino na história dos Jogos Pan-Americanos. Especialista em provas de fundo, ela foi também a primeira mexicana a vencer a Maratona de Nova Iork

Nossos pódios

O Brasil contou com representantes no pódio dos 5000m rasos feminino nas duas últimas edições dos Jogos Pan-Americanos. Cruz Nonata foi a primeira ao ganhar a medalha de prata em Guadalajara 2015, dias depois de ter subido ao segundo lugar do pódio na prova dos 10000m. Mas a grande conquista veio com Juliana Santos em Toronto 2015. A ganhadora do ouro nos 1500m do Rio de Janeiro 2007 repetiu feito nos 5000m oito anos depois e subiu ao lugar mais alto do pódio depois de uma arrancada fulminante na última volta, deixando para trás a mexicana Brenda Flores e a americana Kellyn Taylor.

Medalhistas

ANO Medalha de ouro TEMPO Medalha de prata TEMPO Medalha de bronze TEMPO
1995 Adriana Fernández
 México
15:46.32 María del Carmen Díaz
 México
15:46.43 Carol Montgomery
Canadá
15:46.80
1999 Adriana Fernández
 México
15:56.57 Bertha Sánchez
 México
15:59.04 Blake Phillips
EUA
15:59.77
2003 Adriana Fernández
 México
15:30.65 Nora Rocha
 México
15:40.98 Nicole Jefferson
EUA
15:42.40
2007 Megan Metcalfe
Canadá
15:35.78 Catherine Ferrell
EUA
15:42.01 Leticia Rocha de la Cruz
 México
15:43.80
2011 Marisol Romero
 México
16:24.08 Cruz da Silva
Brasil
16:29.75 Santa Inés Melchior
Peru
16:41.50
2015 Juliana dos Santos
Brasil
15:45.97 Brenda Flores
 México
15:47.19 Kellyn Taylor
EUA
15:52.78

Quadro de medalhas

Ordem País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1  México 4 3 1 8
2  Brasil 1 1 0 2
3  Canadá 1 0 1 2
4  EUA 0 1 3 4
5  Peru 0 0 1 1

A prova

5000 metros é uma modalidade olímpica de atletismo é uma das corridas de fundo disputadas em pista, com um total de 12½ voltas em torno da pista padrão de 400 metros do estádio.

Os antigos gregos já organizavam corridas de resistência semelhantes às corridas de longa distância atuais. Durante o século XIX, corridas em distâncias semelhantes eram realizadas como apostas nos Estados Unidos e na Inglaterra.[1] A prova entrou no programa olímpico em Estocolmo 1912, com a vitória do finlandês Hannes Kolehmainen.

Introduzida no programa olímpico para mulheres em Atlanta 1996, em substituição aos 3000 metros e equiparando as mulheres aos homens, a primeira campeã olímpica foi a chinesa Wang Junxia.

Os atuais campeões olímpicos são Mo Farah, da Grã-Bretanha – um somali naturalizado britânico – e Vivian Cheruiyot, do Quênia. O recorde mundial pertence a Kenenisa Bekele – 12:37.35 – e entre as mulheres a Tirunesh Dibaba – 14:11.15 – ambos da Etiópia.

AGENDA DO DIA

jun 18 01:00 Mundial Sub-21 de vôlei de praia Brailko/Namike (LET) 0 Thamela/Ingridh 2 jun 18 01:50 Mundial Sub-21 de vôlei de praia Lyan/Zuliani (BRA) 1 Pfretzschner/Sowa (ALE) 2 jun 18 04:00 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Japão 1 Polônia 3 jun 18 04:20 Mundial Sub-21 de vôlei de praia Stochlova/Duranova (CHE) 1 Thamela/Ingridh 2 jun 18 05:00 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Bulgária 3 Sérvia 1 jun 18 05:00 Challenger de Blois Pedro Sakamoto (BRA) 1 Geoffrey Blancaneaux (FRA) 2 jun 18 05:20 Copa do Mundo de basquete 3x3 - Grupo B Porto Rico 19 Ucrânia 21 jun 18 05:50 Copa do Mundo de basquete 3x3 - Grupo B Rússia 12 Mongólia 14 jun 18 06:00 ITF de Stare Splavy Nicoleta-Catalina Dascalu (ROM) 1 Teliana Pereira (BRA) 2 jun 18 07:00 ITF de Figueira da Foz Alison Bai (AUS) 0 Laura Pigossi (BRA) 2 jun 18 07:00 ITF de Klosters Barbara Gatica (CHL)/Rebeca Pereira (BRA) 2 Lea Alche (SUI)/Eva-Maria Rimil (AUT) 0 jun 18 07:00 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Coreia do Sul 1 República Dominicana 3 jun 18 08:00 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Holanda 3 Tailândia 0 jun 18 08:20 Copa do Mundo de basquete 3x3 - Grupo B Estônia 18 Porto Rico 21 jun 18 08:30 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase China 3 Alemanha 0 jun 18 08:30 ITF de Klosters Nathaly Kurata (BRA)/Vanda Lukacs (HUN) 2 Mana Ayukawa (JAP)/Nina Stadler (SUI) 1 jun 18 08:50 Copa do Mundo de basquete 3x3 - Grupo B Ucrânia 14 Rússia 21 jun 18 09:50 Copa do Mundo de basquete 3x3 - Grupo B Estônia 17 Mongólia 20 jun 18 10:00 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Brasil 3 Itália 0 jun 18 10:00 ITF de Tabarka Karolayne Rosa (BRA)/Nicole Huergo (ITA) 0 Eugenia Ganga (ARG)/Raphaelle Lacasse (CAN) 2 jun 18 11:00 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Rússia 0 Estados Unidos 3 jun 18 11:00 Challenger de Ilkley Paul Jubb (GBR) 2 Thiago Monteiro (BRA) 1 jun 18 11:25 Copa do Mundo de basquete 3x3 - Grupo D Austrália 21 Brasil 15 jun 18 11:30 ATP 500 de Halle Oliver Marach (AUT)/Jurgen Melzer (AUT) 2 Marcelo Demoliner (BRA)/Divij Sharan (IND) 0 jun 18 11:30 Challenger de Parma Maverick Banes (AUS)/Guilherme Clezar (BRA) 0 Alessandro Bega (ITA)/Andrea Collarini (ARG) 2 jun 18 11:30 ITF de Figueira da Foz Laura Pigossi (BRA)/Moyuka Uchijima (JAP) 2 Fatma Al Nabhani (OMÃ)/Angelina Gabueva (RUS) 0 jun 18 12:55 Copa do Mundo de basquete 3x3 - Grupo D Japão 11 Letônia 14 jun 18 13:00 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Turquia 1 Bélgica 3 jun 18 13:00 ITF de Padova Paula Gonçalves (BRA)/Rasheeda McAdoo (EUA) 2 Martina Colmegna (ITA)/Dalila Spiteri (ITA) 0 jun 18 13:30 ITF de Ilkley Bia Haddad Maia (BRA) 2 Ann Li (EUA) 0 jun 18 14:05 Copa do Mundo de basquete 3x3 - Grupo D Polônia 18 Austrália 16 jun 18 14:15 Copa América Sub-16 de basquete feminino - Grupo A Brasil 55 Equador 71 jun 18 14:30 ITF de Padova Yuliana Lizarazo (COL)/Maria Camila Serrano (COL) 1 Carolina Meligeni (BRA)/Gabriela Cé (BRA) 2 jun 18 15:05 Copa do Mundo de basquete 3x3 - Grupo D Brasil 10 Japão 13 jun 18 16:00 Copa do Mundo de futebol feminino - Grupo C Itália 0 Brasil 1 jun 18 16:00 Copa do Mundo de futebol feminino - Grupo C Jamaica 1 Austrália 4 jun 18 16:05 Copa do Mundo de basquete 3x3 - Grupo D Polônia 15 Letônia 13 jun 18 16:30 Copa América Sub-16 de basquete feminino - Grupo B México 73 El Salvador 25 jun 18 19:00 Copa América Sub-16 de basquete feminino - Grupo A Canadá 83 Porto Rico 40 jun 18 21:00 Paulista de handebol masculino - Primeira Fase Hebraica Taubaté/FAB/UNITAU jun 18 21:15 Copa América Sub-16 de basquete feminino - Grupo B Estados Unidos Chile jun 18 23:20 Mundial Sub-21 de vôlei de praia Chiara They (ITA)/Reka Orsi Toth (ITA) Thamela (BRA)/Ingridh (BRA)