Siga o OTD

Levantamento de Peso

Fernando Reis adota nova estratégia para se desafiar no Pan

De olho na sonhada medalha olímpica, Fernando Reis quer se acostumar a levantar a quantidade de peso que lhe aproximaria do pódio nos Jogos. Por isso, no Pan-Americano, a competição vai ser contra os números

Ser o melhor das Américas não é uma novidade para Fernando Reis. Desde 2011, o halterofilista brasileiro domina as competições no continente. Foi medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2011 e 2015 e levantou o título pan-americano em 2012, 2013 e 2014. Só não foi campeão em 2016 porque estava machucado e em 2017, quando competiu, bateu o recorde pan-americano, mas não subiu ao lugar mais alto do pódio por estar em atrito com a Confederação Brasileira e não pôde oficialmente representar o país. Por conta dessa hegemonia, o atleta entra na disputa do torneio deste ano, que acontece em Santo Domingo, na República Dominicana, com uma nova estratégia: não basta ganhar. Será preciso superar os limites e as metas estabelecidas.

A mudança de estratégia tem a ver com o maior sonho da carreira de Fernando Reis. “Meu objetivo é a medalha olímpica. Eu tenho certeza de que isso vai acontecer. Só vou parar quando isso acontecer. Então custe o que custar, o tempo que for, eu vou atrás dessa medalha. Vou colocar todos os meus esforços, tudo o que eu precisar fazer para pegar essa medalha”, afirma o atleta, que vai encarar o Campeonato Pan-Americano como uma competição contra ele mesmo.

Imbróglio de Fernando Reis e Confederação marca 2017“Eu já passei do Pan-Americano. Sou campeão pan-americano nem me lembro quantas vezes, mas para galgar mais um degrau no Mundial. Por mais que eu queira me desafiar mentalmente, você acaba ficando confortável com a situação por já ter ganho a competição algumas vezes, por não querer se machucar, você acaba tirando o pé um pouco antes. Só que quando chega o Mundial eu não posso me dar esse luxo. Tem que estar com o pé no fundo. É uma estratégia que a gente vem mudando para quando chegar o Pan-Americano, eu nem competir contra ninguém, competir com os números estabelecidos e, se eu não conseguir atingir esses números, eu vou perder”, explica.

Para mentalizar o objetivo para conseguir alcançá-lo na competição, Fernando Reis espalha o peso desejado em seu cotidiano. “Os números que eu quero levantar eu coloco em tudo quanto é lugar: senha do banco, cartão de crédito, tudo… senha do facebook… em tudo eu coloco os números que eu quero fazer na competição. Então, constantemente, eu estou escrevendo e colocando aqueles números”.

O duro, desse jeito, é Fernando Reis abrir para a reportagem qual é o peso colocado como objetivo para o Pan. “Não pode falar, não pode, não pode! Tá guardado! Até porque é minha senha do banco (risos)”, se diverte.

Como não costuma competir com frequência contra os principais atletas do mundo, Fernando Reis quer se acostumar a levantar a quantidade de peso que o deixe ainda mais próximo do pódio em competições como o Mundial e a Olimpíada. “Eu já estou estourando, injuriado porque não chega esse resultado. A gente sempre tá chegando e patinando. Fazendo um levantamento frio, a gente já fez muita coisa. Mas eu sei que eu posso fazer um pouco mais e que eu tenho ainda lenha para queimar, mas uma coisa que eu sinto dificuldade é chegar num cenário grande, como a gente só tem uma vez por ano o Mundial e eu não consigo competir contra os atletas europeus antes disso, é sempre uma novidade. Um ambiente que para mim não é mais novo, mas é sempre um ambiente diferente, enquanto eles competem uns contra os outros em qualquer campeonato europeu, em qualquer campeonato asiático”, explica o brasileiro.

Fernando Reis acredita que falta muito pouco para que ele consiga realizar o sonho de sua carreira. Chegar ao pódio é muito possível, mas na medalha de ouro é quase impossível. “Para a medalha de ouro, tem o Lasha Talakhadze (Geórgia), que está fora dos padrões. O cara está puxando o carro na frente de todo mundo, não tem como. Mas para medalha, eu fiquei a quatro quilos do bronze no último Mundial. De sexto para terceiro, quatro quilos me tiraram desta posição. Então é realmente muito próximo. É uma questão de estratégia, de estar bem e fazer o que tem que ser feito. Isso a gente vem trabalhando de uma maneira que eu me sinto mais maduro de competir no Grupo A, no grupo mais forte. Eu tenho certeza de que é uma questão de tempo e que essa medalha vai acontecer”.

Fernando Reis tem tanta fé de que vai chegar lá, que já sabe o caminho que tem que seguir. “Eu sou um cara consistente. Consigo fazer um total bom e chegar bem, tanto que fiquei em quinto na Olimpíada do Rio, quarto no arranco no Mundial e sexto no total. O arremesso foi um pouco mais baixo. Eu preciso levantar as duas ao mesmo tempo. Não adianta agora eu fazer um arranco muito forte e manter meu arremesso baixo. Eu preciso subir as duas para conseguir um bom total olímpico. Eu sei que se eu melhorar um pouco o arranco e o arremesso, eu consigo no total olímpico porque meus adversários ou são muito bons no arranco e meio ruins no arremesso e vice versa, enquanto eu passo desapercebido pela competição pelo meio. Então, se eu conseguir manter um padrão bom, eu vou conseguir pegar essa medalha, enquanto eles se matam no arranco e no arremesso”.

 

AGENDA DO DIA

maio 23 03:15 Etapa de Antalya da Copa do Mundo de tiro com arco Marcus D’Almeida (BRA) 7 Rigau Ega Agatha (INA) 1 maio 23 03:40 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Holanda 0 Estados Unidos 3 maio 23 04:00 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Itália 3 Alemanha 0 maio 23 04:30 Etapa de Antalya da Copa do Mundo de tiro com arco Marcus D’Almeida (BRA) 5 Sjef Van Den Berg 6 maio 23 06:30 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Polônia 1 Sérvia 3 maio 23 07:00 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Coreia do Sul 3 Rússia 0 maio 23 07:10 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Japão 3 Bélgica 0 maio 23 08:00 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Brasil 3 Argentina 0 maio 23 08:00 Campeonato Brasileiro infantil de inverno de natação Eliminatórias maio 23 08:30 ITF de Les Franqueses del Valles Giuliana Olmos (MEX)/Laura Pigossi (BRA) 2 Julia Payola (ESP)/Xiyu Wang (CHN) 0 maio 23 09:00 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase China 3 Tailândia 1 maio 23 10:30 ITF de Caserta Pei Hsuan Chen (TPE)/Fang-Hsien Wu (TPE) Carolina Meligeni (BRA)/Thaisa Pedretti (BRA) maio 23 11:00 Liga das Nações de vôlei feminino - Primeira Fase Turquia 3 República Dominicana 1 maio 23 11:45 Challenger de Mestre (ITA) Lorenzo Giustino (ITA)/Mitchell Krueger (EUA) Miguel Reyes-Varela (ESP)/Fernando Romboli (BRA) maio 23 12:00 ITF de Caserta Nathaly Kurata (BRA)/Eduarda Piai (BRA) Jaimee Fourlis (AUS)/ Ellen Perez (AUS) maio 23 12:00 Challenger de Mestre (ITA) Ivan Sabanov (CRO)/Matej Sabanov (CRO) Sergio Galdos (PER)/Fabricio Neis (BRA) maio 23 12:00 Copa da Rainha Levante 0 Barcelona 1 maio 23 12:10 Roland Garros Thomaz Bellucci (BRA) Daniel Gimeno-Traver (ESP) maio 23 13:00 ITF de Caserta Teliana Pereira (BRA) Marie Benoit (BEL) maio 23 13:30 ITF de Caserta Barbara Gatica (CHL)/Rebeca Pereira (BRA) Alice Matteuci (ITA)/Ludmila Samsonova (ITA) maio 23 15:00 Brasileiro de futebol feminino - Grupo 1 Kindermann Corinthians maio 23 15:00 Brasileiro de futebol feminino - Grupo 2 Rio Preto Foz Cataratas maio 23 15:00 Brasileiro de futebol feminino - Grupo 2 Ponte Preta Portuguesa maio 23 15:00 Campeonato Continental da Juventude de Boxe maio 23 16:00 Campeonato Pan-Americano de clubes de handebol masculino - Grupo B Club Ferro Carril (ARG) Handebol Londrina maio 23 17:00 Campeonato Brasileiro infantil de inverno de natação Finais maio 23 18:00 Taça Estado de São Paulo - Segundo Turno do Paulista de handebol feminino AABB Semel Fib Bauru Time/Jundiaí maio 23 18:00 Campeonato Pan-Americano de clubes de handebol masculino - Grupo B Pinheiros Alberta Team (CAN) maio 23 18:30 Brasileiro de futebol feminino - Grupo 1 Ferroviária São Francisco maio 23 20:00 Taça Estado de São Paulo - Segundo Turno do Paulista de handebol feminino Santo André ACISEG/Guarulhos maio 23 20:00 Liga Nacional de polo aquático masculino - primeira fase Fluminense Botafogo maio 23 20:00 Campeonato Continental da Juventude de Boxe maio 23 20:00 Campeonato Pan-Americano de clubes de handebol masculino - Grupo A Taubaté/FAB/UNITAU Balonmano Ovalle (CHL) maio 23 20:30 NWSL Orlando Pride North Carolina Courage maio 23 20:30 NWSL Washington Spirit Sky Blue maio 23 21:00 Brasileiro de futebol feminino - Grupo 1 Iranduba Sao José

Receba novidades do OTD

* = campo obrigatório

powered by MailChimp!

Mais em Levantamento de Peso