Siga o OTD

Planeta Ippon

Brasil conquista o bronze por equipes no Mundial de Judô

Brasil venceu a Mongólia na disputa pelo pódio. Campanha teve vitória sobre Alemanha e Azerbaijão e derrota para o Japão

Brasil no Mundial de Judô por equipes
Rafal Burza/CBJ

O Brasil ficou com a medalha de bronze no Mundial de Judô por equipes, que fecha a semana de lutas disputada em Tóquio. Na disputa pelo pódio, neste domingo (1º), a seleção venceu a Mongólia por 4 a 2. A campanha teve vitória por 4 a 3 sobre a Alemanha, 4 a 1 sobre o Azerbaijão e derrota para o Japão por 4 a 0 na semifinal.

No torneio individual a seleção brasileira conquistou duas medalhas de bronze, com Rafaela Silva e Mayra Aguiar. Teve ainda três quintos lugares e um sétimo.

+ Confira todos os resultados dos brasileiros em Tóquio

O primeiro a lutar na disputa pelo bronze no Mundial de Judô por equipes foi Rafael Silva (+90kg). Ele venceu por ippon, com um bonito harai-goshi sobre Duurenbayar Ulziibayar. Depois veio Rafaela Silva (57kg) e ela fez 2 a 0 batendo Enkh-Otgon Losol nas punições. A Mongólia descontou com Tsogtbaatar Tsend-Ochir derrotando Eduardo Barbosa (73kg) após encaixar  um contra-ataque com perfeição.

Maria Portela (70kg) veio na quarta luta contra Gankhaich Bold e venceu por waza-ari nos segundos finais. Dominou todo o combate. A seguir, Rafael Macedo (90kg) teve o primeiro “match-point” para o Brasil, com Altanbagana Gantulga, mas perdeu nas punições. Coube então a Maria Suelen (+70kg), na última luta do duelo, garantir o pódio ao derrotar Munkhtsetseg Otgon com uma combinação de projeção e imobilização.

Brasil no Mundial de Judô por equipes

(Reprodução/YouTube IJF)

A Mongólia chegou na disputa do bronze após perder para a Rússia nas quartas de final, por 4 a 0, e se recuperar na repescagem com um 4 a 1 em cima de Cuba. Na estreia venceu a China por 4 a 3.

+ Veja o quadro de medalhas do campeonato

Troco com pitada de sorte na estreia

No primeiro confronto, válido pelas oitavas-de-final do Mundial de Judô por equipes, o Brasil enfrentou a Alemanha e venceu com um pouco de sorte. O time perdeu as três primeiras lutas, com Maria Portela, Maria Suelen Altheman e Rafael Macedo, e reagiu com Rafael e Rafaela Silva.

Na sexta e última luta Eduardo Barbosa mal lutou. Logo nos primeiros segundos o alemão Anthony Zing fez uma entrada proibida no braço do brasileiro e foi desclassificado. Com o empate em 3 a 3, o confronto foi para a luta desempate e no sorteio de qual categoria faria o duelo, deu a de Eduardo Barbosa e Anthony Zing. Como o alemão fora desclassificado, o Brasil acabou saindo vitorioso.

No ano passado a seleção brasileira havia sido eliminada no Mundial de Judô por equipes pela mesma Alemanha, na repescagem, tirando o Brasil da disputa pelo bronze. Naquela ocasião foi 4  a 2 para eles.

Vitória e derrota

Na sequência o Brasil enfrentou o Azerbaijão nas quartas de final e ganhou por 4 a 1. Eduardo Yudy, Maria Suelen Altheman, Rafaela Silva e Eduardo Barbosa venceram para a seleção. Rafael Silva perdeu e Maria Portela não precisou lutar. Na semifinal derrota por 4 a 0 para os japoneses lutando contra Maria Suelen, David Moura, Rafaela Silva e Eduardo Barbosa.

Mais em Planeta Ippon