Siga o OTD

Planeta Ippon

Sherazadishvili vai ao Masters da China de judô de olho em novo ouro

Primeiro campeão mundial espanhol e atual número um do mundo, Nikoloz Sherazadishvili é um dos destaques do torneio marcado para 15 e 16 de dezembro

Foto: Marina Mayorova/IJF

Grande personagem esse Nikoloz Sherazadishvili, um dos destaques do Masters da China. É o primeiro espanhol campeão do mundo no judô, venceu agora em Baku, nos 90kg jogando o cubano Ivan Morales de uchi-mata na final, no Golden Score, depois de sair perdendo no tempo normal. A semi já tinha sido uma batalha de mais de seis minutos contra o húngaro Krisztian Toth.

Mas o grande desafio do Mundial, segundo o próprio técnico, foi Mikhail Igolnikov. O russo tinha vencido Sherazadishvili em abril na semifinal do Europeu de Tel Aviv logo aos 24 segundos de luta, por ippon via uchi-mata. Em Baku o troco veio também no começo e com o mesmo golpe logo aos 43 segundos. Valeu a vitória por waza-ari pela terceira rodada.

Não dá para disfarçar que é nascido na Georgia, mas chegou ainda criança na Espanha e se mostra verdadeiramente espanhol. É hoje o número um do mundo na sua categoria do judô e vai estar no Masters da China, agora nos dias 15 e 16. Ano passado ficou com o bronze, perdeu para o georgiano Beka Gviniashvili depois de tomar três punições por falta de combatividade.

Gviniashvili, Igolnikov, Toth e Morales também vão ao Masters da China. O Brasil não tem representantes nesta categoria.

Sherazadishivili consola Morales logo após vencê-lo na final do Mundial (Foto: Marina Mayorova/IJF)

Meet de Champions – Esse ano ele começou devagar em Paris, só sétimo, depois foi bronze em Dusseldorf 2018 e no Europeu. Venceu o aberto de Madrid e vem de prata no Grand Prix de Haia agora em novembro. Em Budapeste chegou à semifinal, mas acabou perdendo até a disputa do bronze.

A federação europeia de judô soltou um curta bem legal com ele, de uma série chamada Meet de Champions, ou “conheça o campeão” em tradução livre. Coloquei o link nos comentários. É em espanhol, com legendas em inglês, mas dá para ver na boa. Fala do técnico, da morte do pai no começo do ano e tem imagens dos treinos da seleção deles.

Um detalhe que me chamou a atenção nesse atleta é uma atenção especial que vejo dar os adversários vencidos. Mais do que já é regra no judô.

Acompanhe o Masters da China pelo Planeta Ippon.

Mais em Planeta Ippon