Siga o OTD

Jogos Sul-Americanos

Brasil cumpre meta e conquista 62 vagas para o Pan 2019

Divulgação

Com equipe enxuta e jovem, Time Brasil fica em segundo na classificação geral dos Jogos Sul-Americanos de Cochabamba

Com uma delegação formada por 316 atletas, a sétima em quantidade entre os 14 países participantes, o Time Brasil cumpriu os objetivos propostos pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) nos Jogos Sul-americanos Cochabamba 2018, que se encerram nesta sexta-feira, dia 8.

Na Bolívia, a delegação brasileira garantiu 62 vagas antecipadas em oito modalidades para os Jogos Pan-americanos Lima 2019, no Peru: boliche (equipe mista), handebol (masculino e feminino), karatê, pentatlo moderno, rugby (equipe feminina), tiro esportivo, triatlo (team relay) e wrestling (ver lista abaixo). Além disso, proporcionou experiência para uma equipe formada em sua grande maioria por atletas sub-23 no primeiro evento multiesportivo do ciclo olímpico Tóquio 2020.

Mesmo estando presente em apenas 35 das 48 modalidades em disputa nos Jogos, o Brasil disputou a liderança do quadro de medalhas lado a lado com a Colômbia, que competiu com uma delegação experiente e bem mais numerosa. Em uma definição no último dia de provas, o Brasil ficou em segundo lugar, com um total de 204 medalhas, sendo 90 de ouro, 58 de prata e 56 de bronze.

O Time Brasil conquistou a última medalha da competição no revezamento misto do pentatlo moderno, nesta sexta-feira. Maria Ieda Guimarães e Victor Barbosa marcaram 188 pontos para ficar com o ouro. Argentina ficou com a prata com 156 pontos e o Equador com o bronze com 121 pontos marcados. Maria Ieda Barbosa está classificada para disputar os Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018, marcados para outubro.

“A avaliação da participação do Brasil é extremamente positiva. O modelo proposto para a formação da delegação vai passar por um processo de avaliação interna no retorno ao Brasil, mas a delegação cumpriu com os objetivos definidos anteriormente com muito êxito”, disse o chefe da missão brasileira, Marco La Porta. “Mesmo com uma delegação bem enxuta, formada basicamente por jovens atletas, conseguimos alcançar resultados muito interessantes, proporcionando que novos nomes surgissem no processo de maturação até os Jogos Olímpicos de Tóquio”, afirmou La Porta, vice-presidente do COB.

O Brasil liderou o quadro de medalhas específico de várias modalidades, como no atletismo (25 medalhas), ginástica artística (21), judô (14), natação (31), tênis de mesa (8), entre outras. Além disso, Cochabamba 2018 apresentou jovens atletas, como a maior medalhista dos Jogos, Gabrielle Roncatto, de apenas 19 anos.

A nadadora paulista Gabrielle Roncatto conquistou cinco medalhas, sendo quatro de ouro e uma de prata. Gabrielle venceu os 200m livre, os 200m e 400m medley, e o revezamento 4x200m livre; ficando com a prata nos 400m livre. “Eu não esperava todas essas conquistas porque a equipe de natação não fez um trabalho específico para essa competição. Estou muito feliz com os meus resultados”, disse Roncatto, elogiando a nova geração da natação brasileira que começou a aparecer em Cochabamba. “Eles são muito talentosos e dedicados. Eu treino com a equipe principal e vejo que essa garotada está vindo com tudo. Treinam muito, aquecem fora dá água e se preocupam com alimentação. Eles vão fazer muito pela natação do Brasil em Tóquio 2020 e Paris 2024”, disse a atleta, única da equipe que disputou os Jogos Olímpicos Rio 2016.

“Procuramos mesclar a experiência de alguns atletas nas modalidades que buscavam a vaga para o Pan com a juventude de atletas de talento, mas que ainda precisam de vivência em competições internacionais e multiesportivas.  O modelo foi muito válido e eu estou muito satisfeito com a dedicação dessa jovem geração que defendeu as cores do Brasil com muita garra e determinação, além de talento”, disse Marco La Porta, em sua primeira chefia de missão.

O Time Brasil conquistou a última medalha da competição, no revezamento misto do pentatlo moderno, na tarde desta sexta-feira, dia 8. Maria Ieda Guimarães e Victor Barbosa fizeram 1288 pontos para ficar com o ouro, seguidos da Argentina, com 1256, e do Equador, com 1221.

A última participação do Brasil em Cochabamba 2018 será na cerimônia de encerramento, marcada para as 20h (de Brasília), no estádio Felix Caprilles. O Time Brasil terá o medalhista olímpico da canoagem Erlon Souza como porta-bandeira. Medalha de prata nos Jogos Olímpicos Rio 2016 no C2.1000, o baiano Erlon conquistou o ouro na mesma prova em Cochabamba, mais uma vez ao lado de Isaquias Queiroz. “Não esperava por essa. Foi uma surpresa. Sempre tive a curiosidade de saber qual é a sensação de levar a bandeira do meu país em uma cerimônia e agora eu vou ter o prazer de levar a bandeira do Brasil”, disse Erlon. “É o reconhecimento ao meu trabalho e aos resultados que venho conquistando. Fico muito feliz”, afirmou o atleta.

O Brasil teve representantes em Cochabamba em 35 modalidades: atletismo, badminton, boliche, boxe, canoagem, ciclismo BMX, ciclismo estrada, ciclismo MTB, ciclismo pista, esgrima, ginástica artística, ginástica rítmica, ginástica trampolim, golfe, handebol, hipismo saltos, hóquei sobre grama, judô, karatê, levantamento de pesos, maratona aquática, nado artístico, natação, patinação artística, pentatlo moderno, remo, rugby, saltos ornamentais, taekwondo, tênis de mesa, tiro com arco, tiro esportivo, triatlo, vela e wrestling. Por uma decisão conjunta do COB com as Confederações o país não esteve representado no basquete, basquete 3×3, esqui aquático, futebol, futsal, patinação velocidade, pelota vasca, polo aquático, raquetebol, squash, vôlei, vôlei de praia e tênis.

Confira as vagas conquistadas para Lima 2019 em Cochabamba:

Boliche: Equipe masculina (2 vagas)

Handebol: Equipe feminina (15 vagas) e Equipe masculina (15 vagas)

Karatê: 7 vagas

Lutas: 3 vagas

Pentatlo moderno: 2 vagas

Rugby: Equipe feminina (12 vagas)

Tiro Esportivo: 2 vagas

Triatlo: Team Relay (4 vagas)

AGENDA DO DIA

set 23 03:00 Mundial de Judô 63kg Eliminada Ketleyn Quadros set 23 03:00 Mundial de Judô 81kg Eliminado Eduardo Yudi Santos set 23 03:00 Mundial de Judô 81kg Eliminado Victor Penalber set 23 07:00 Sul-Americano de maratona Samuel Nascimento set 23 08:00 Campeonato Brasileiro de ginástica trampolim set 23 08:00 Hockey Open Series - feminino Brasil 0 Paraguai 4 set 23 09:00 Karate 1 Series A - Etapa de Santiago Repescagens e disputas de bronze set 23 10:00 Paulista de Futebol Feminino - Semifinal Santos 2 Rio Preto 0 set 23 10:45 Jogos Equestres Mundiais - Salto Luiz Francisco de Azevedo, Pedro Veniss set 23 11:00 Mundial de vôlei masculino - Grupo H França 3 Argentina 1 set 23 11:00 Campeonato Paulista de basquete feminino - Primeira Fase Ituano 97 Pró-Esporte Sorocaba 58 set 23 11:00 Mundial de vôlei masculino - Grupo G Estados Unidos 3 Irã 0 set 23 12:00 Mundial de vôlei masculino - Grupo F Eslovênia 2 Austrália 3 set 23 12:00 STU QS Park – Sapiranga Final Feminina set 23 12:00 Mundial de vôlei masculino - Grupo E Rússia 3 Finlândia 0 set 23 13:00 Etapa de Huntington Beach do King of Court - Vôlei de Praia Agatha/Duda set 23 13:10 Champions League de handebol masculino Elverum Handball 28 Orlen Wisla Plock 30 set 23 13:10 STU QS Park – Sapiranga Final Masculina set 23 14:00 Internacional Mexicano de badminton Daniela Macias (PER)/Danica Nishimura (PER) 1 Lohaynny Vicente (BRA)/Luana Vicente (BRA) 2 set 23 14:40 Mundial de vôlei masculino - Grupo H Polônia 3 Sérvia 0 set 23 14:40 Mundial de vôlei masculino - Grupo G Bulgária 2 Canadá 3 set 23 15:00 Karate 1 Series A - Etapa de Santiago Finais set 23 15:30 Mundial de vôlei masculino - Grupo F Bélgica 2 Brasil 3 set 23 16:00 Campeonato Paulista de basquete feminino - Primeira Fase Instituto Babby/RN Pinda 32 Santo André/Apaba 78 set 23 16:00 Internacional Mexicano de badminton Fabricio Farias (BRA)/Francielton Farias (BRA) 2 Lopez Andres (MEX)/Luis Navarro (MEX) 0 set 23 16:15 Mundial de vôlei masculino - Grupo E Itália Holanda set 23 16:45 Etapa de Huntington Beach do King of Court - Vôlei de Praia Saymon/Guto set 23 18:00 Hockey Open Series - masculino Chile Brasil set 23 22:15 Etapa de Suzhou do Circuito Mundial de marcha atlética 20km Caio Bonfim, José Alessandro Bagio, Moacir Zimmermann, Max Batista dos Santos, Tiago do Nascimento Fonseca (masculino); Erica Sena, Elianay Pereira Barbosa, Nair da Rosa (femininno)

Mais em Jogos Sul-Americanos