Siga o OTD

Pan 2019

Pódio todo dia! Ouro no conjunto e prata com Bárbara Domingos

No último dia da Ginástica Rítmica, Brasil fica com o ouro na prova de 3 arcos e 2 pares de maças para o conjunto e prata para Barbara Domingos na fita. Ou seja, medalhou em todas as categorias da modalidade

Ricardo Bufolin/CBG

Que dia! O novato conjunto brasileiro voltou para a quadra do Poliesportivo Villa El Salvador, nessa segunda-feira (05), e brilhou. Quis o destino que o ouro viesse justamente na última apresentação. Depois de ficar com o bronze no geral e o bronze nas 5 bolas, Deborah Medrado, Camila Rossi, Nicole Pircio, Vitória Guerra e Beatriz Linhares superaram os erros da prova no classificatório e fizeram uma apresentação irretocável na prova de três arcos e dois pares de maças: 24.250 e a medalha de ouro. Para coroar o dia, Barbara Domingos foi prata na fita. No sábado (03), Natalia Gaudio ja tinha conquistado o bronze no individual geral.

A média de idade das meninas do conjunto é 17,4 anos e o psicológico foi muito trabalhado desde o início. Além disso, elas estão treinando todas juntas desde janeiro. A conquista e a superação é um trabalho de equipe realizado pela treinadora Camila Ferezin e a bailarina Bruna Martins que estão com as meninas. Era notório o chamamento no primeiro dia após os erros nessa prova e hoje elas refizeram a coreografia para o ouro final.

O Brasil dividiu o pódio da categoria 3 arcos e 2 pares de maças com México em segundo lugar e Cuba com o terceiro. Ao todo a Ginástica Rítmica somou cinco medalhas nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019. Dois pódios no individual: com Natalia Gaudio no geral e Barbara Domingos com o segundo lugar na fita. Além das três conquistas do conjunto: dois bronzes e um ouro.

Barbara Domingos garante a prata na fita

Depois de bater na trave no geral e na bola, a brasileira Barbara Domingos, enfim, garantiu a sua medalha nessa edição dos Jogos Pan-Americanos. Medalha que veio com torcida dos pais, aos 19 anos e na sua primeira competição. A prata de Babi foi conquistada com 17.450 de nota total e uma apresentação muito comemorada pelos presentes. Nas maças, a brasileira ficou com o quinto lugar e 16.600.

Já Natalia Gaudio não teve um bom dia. Acabou deixando a fita sair do tablado, sofreu uma punição de 0.3 e terminou com o oitavo lugar e 13.550 na fita. Mas nas maças acabou sofrendo com a arbitragem que deu 17.250 de nota e ficou com o quarto lugar. A série foi limpa e muito questionada pela torcida presente a nota. Vale relembrar que é a primeira vez na história que o Brasil medalha com as duas ginastas presentes no individual. Bronze de Gaudio no geral e prata de Barbara na fita.

Foto: Ricardo Bufolin / CBG

Notas finais da fita

Notas finais das maças

Mais em Pan 2019