Siga o OTD

Pan 2019

Maria Ieda Guimarães é 4ª no Pentatlo e está em Tóquio

Brasileira se manteve entre as melhores da modalidade durante todo Pan-Americano e assegurou uma das cinco vagas para Tóquio

Ieda Guimarães pentatlo moderno
Jonne Roriz/COB

O Pentatlo Moderno brasileiro está em Tóquio. Na disputa feminina da modalidade, Maria Ieda Guimarães terminou com a quarta colocação nos Jogos Pan-Americanos de Lima, e se garantiu na Olimpíada de Tóquio, em 2020, o torneio continental dava cinco vagas para a competição do próximo ano. Isabela de Abreu e Priscila Oliveira também competiram.

Após o final do dia mais exaustivo da modalidade, Ieda era só sorrisos. “Estou em Tóquio. Estou feliz, muito feliz, muito feliz, realizada. Acho que fiz uma boa prova, mas tem muita coisa para melhorar, muita mesmo. Mas gostei da minha prova de hoje, encaixou da maneira que eu pensei”, comentou a atleta.

Em sua primeira participação em Jogos Pan-Americanos, Maria Ieda Guimarães já se colocou entre quatro melhores atletas do Pentatlo. Apesar da idade, a brasileira não ficou surpresa com o resultado. “Eu esperava estar entre as cinco ou brigando. A sensação é de dever cumprido. Espero ser uma Ieda muito melhor, com melhores tempos e melhor atleta em 2020”.

Como foi o dia de provas

O dia teve início com a natação, onde cada atleta percorre a distância de 200m no nado livre. Na prova, o melhor resultado brasileiro foi de Priscila Oliveira, que terminou a prova com o tempo de 2:19:98s, sendo a terceira marca entre todas as participantes da prova. Com esse resultado, a brasileira conquistou um total de 271 pontos.

Segunda melhor brasileira no primeiro dia de provas, Isabela de Abre manteve seu desempenho em relação as compatriotas. Com o tempo de 2:2:29, a brasileira acabou os 200m com a sexta colocação geral e somou 266 pontos. Já Maria Ieda Guimarães, que terminou em quinto lugar o primeiro dia de provas, encerrou sua participação na natação com o tempo de 2:29:68s, sendo a 18ª colocada na natação e somando 251 pontos.

Diferente do que acontece no primeiro dia de competição, neste sábado a esgrima foi disputada no sistema mata mata, com os confronto partindo da última colocada até a primeira, somando como uma rodada bônus para a pontuação. Na série de confrontos desta o destaque brasileiro foi novamente Priscila Oliveira, que conseguiu vencer três confrontos e subiu na classificação da modalidade, terminando na 16ª posição.

Apesar de não terem vencido nenhum confronto neste sábado (27), Maria Ieda Guimarães e Isabela de Abreu terminaram a disputa da esgrima na quinta colocação e 11ª, respectivamente.

Na penúltima prova do dia, Maria Ieda Guimarães voltou a ter destaque. Com uma prova quase perfeita, terminando o percurso em pouco mais de 69s, o mais rápido do dia, e tendo apenas sete pontos de penalidade, a brasileira somou 293 pontos e subiu para a segunda colocação geral.

Isabela de Abre sofreu com as penalidades. Apesar de um bom tempo, com a marca de 77.41s, a brasileira sofreu com as penalidades e foi a 12ª colocada geral da prova. Já Priscila Oliveira sofreu uma queda do cavalo, terminou a prova com o tempo de 96.84s, 35 pontos de penalidade e foi a 13ª na classificação.

Com os resultados, Maria Ieda Guimarães foi a segunda a largar na prova combinada, que é composta por corrida e tiro, atrás somente da mexicana Mariana Gutierrez. Isabela de Abreu e Priscila Oliveira foram a sétima e a nona a largar, respectivamente.

Na prova, Maria Ieda Guimarães começou bem, conseguindo acertar o cinco tiros da primeira volta rapidamente e, com isso, manteve a segunda posição durante toda a primeira parte da prova. Contudo, a partir da segunda passagem pelo stand de tiros, a brasileira viu a cubana Leydi Laura Lope crescer e acabou caindo para a terceira colocação, que não durou muito tempo.

No começo da corrida da segunda volta, Maria Ieda Guimarães acabou sendo ultrapassada pela americana Samantha Achterberg, ficando um pouco distante da disputa de medalha, mas se mantendo na briga pela vaga olímpica, o que acabou acontecendo quando a brasileira cruzou a linha de chegada na quarta colocação. Isabela de Abreu acabou terminando a prova do Pentatlo Moderno nos Jogos Pan-Americanos de Lima na sexta posição e Priscila Oliveira foi a 11ª.

GUIA PAN 2019 CALENDÁRIO    NOTÍCIAS

Mais em Pan 2019