Siga o OTD

Boxe

Bia Ferreira amassa mais uma e está na semifinal em Wuhan

Bia Ferreira dá uma surra em mongol, garante mais uma medalha na carreira e está na semifinal no boxe

Bia Ferreira, boxe
(COB/arquivo)

Bia Ferreira segue uma máquina de vitórias. Desta vez a vítima foi a mongol Khulan Purevdorj, cabeça de chave do torneio de boxe dos Jogos Mundiais Militares. A brasileira venceu por unanimidade incontestável nesta terça-feira (22), garantiu mais uma medalha na carreira e segue firme em busca do ouro.

A luta foi válida pelas quartas de final da competição disputada em Wuhan, na China. Com isso, Bia Ferreira (60kg) chegou nas semifinais e já tem no bolso pelo menos o bronze, já que no boxe não há disputa pelo terceiro lugar. As duas atletas que param na semi vão ao pódio.

É nada menos do que sua 25ª medalha em 26 torneios disputados. Mas ela quer mais e a próxima adversária será a norte-coreana Choe Hye Song em luta marcada para às 8h30 desta quarta-feira (23). Do outro lado da chave estão a venezuelana Krisandy Rios e a chinesa Xu Zichun. A final será às 3h de sexta (25). Ambos os horários são de Brasília.

+ Bia Ferreira é campeã mundial de boxe

Surra na mongol

Khulan Purevdorj tomou uma surra de Bia Ferreira. Os juízes deram 5 a 0 para brasileira, mas não foi só isso. Dois deles deram 30 a 26, um deu 30 a 25 e um anotou 30 a 24 para a brasileira. Apenas um viu a luta mais equilibrada e marcou 29 a 28.

+ Bia paga dívida e sai do Mundial ainda mais confiante em Tóquio

Foi a segunda vitória por “surra” da brasileira nos Jogos Mundiais Militares. A primeira contra a italiana Valentina Alberti foi parecida: 5 a 0, com dois 30 a 26, dois 30 a 24 e um 30 a 25.

No boxe olímpico são três assaltos valendo dez pontos cada. Quando o juiz vê vitória de uma atleta em um assalto dá 10 pontos para ela e, em geral, 9 para a rival. Quando dá menos de 9 para quem perde é sinal de que a superioridade foi gritante, muitas vezes por conta de abertura de contagem pelo árbitro do tablado.

Mais Brasil nos Jogos Mundiais Militares

Ainda nesta terça-feira, outras três brasileiras entraram no ringue, mas nenhuma avançou. Bárbara Santos (69kg) perdeu para a chinesa Dou Dan por 5 a 0, com quatro 30 a 27 e um 29 a 28. Flávia Figueiredo (75kg) também perdeu para uma atleta da casa, Zheng Lu, mas por 4 a 1, com dois 30 a 27 e dois 29 a 28 contra e um 29 a 28 a favor.

Grazieli de Jesus (51kg) enfrentou a russa Alexandra Kuleshova e foi derrotada por 4 a 1, sendo três 29 a 28 e um 30 a 26 contra e um 30 a 27 a favor.

No masculino, Juan Nogueira (91kg) venceu por 4 a 1 o norte-coreano Choe Wi Hyok e Felipe Sanches (60kg) fez 5 a 0 no chinês Shan Jun.

Mais em Boxe