Siga o OTD

Hipismo

Brasília recebe seletivas internacionais no início de junho

Concurso de Salto Nacional BCC Capital Show terá entre as provas o FEI Jumping Children’s Gold e Silver Tour e o FEI World Jumping Challenge

Imagem área do tradicional Brasília Country Club (divulgação/CBH)

O Brasília Country Club será palco Concurso de Salto Nacional BCC Capital Show, de uma estrela, entre 7 e 9 de junho. A variedade de provas de hipismo será ampla com destaque para as duas seletivas FEI internacionais: o FEI Jumping Children’s Gold e Silver Tour e o FEI World Jumping Challenge.

Em paralelo serão disputadas a 7ª Etapa da Copa BH Regional Centro-Oeste, 4ª Etapa do ranking brasiliense Senior e ainda a 5ª Etapa do ranking da Federação Hípica Brasília e 3ª Etapa da Copa BCC de hipismo, reunindo 34 provas desde as séries escola até 1.35 metro.

O melhor cavaleiro e ou amazona de 1 a 1,35 metro concorre ao Prêmio The Best Rider Capital Show.

Seletivas FEI: incentivo e fomento ao hipismo

A cada ano seletivas em todo mundo definem os vencedores de seus respectivos países que concorrem a vaga para a Final FEI Jumping Childrens Gold Tour em que o Brasil tem importante histórico de conquistas.

Os percursos são pré-estabelecidos e os mesmos em todos lugares. Podem participar da Gold Tour, cavaleiros e amazonas da categoria Mirim (do início do ano em que completar 12 anos até o fim do ano em que atingir a idade de 14 anos) e a Silver Tour é a aberta às Pré-Mirim e Mirim (início do ano em que completar 11 anos até o fim do ano em que atingir a idade de 14 anos).

Lembrando que a Silver Tour tem seu ranking divulgado pela Federação Equestre Internacional (FEI) mas não há final mundial. O local da Final Gold Tour 2020 será divlugado pela FEI até o final da temporada.

Os 16 melhores atletas a nível mundial (máximo de dois por país) têm sua passagens custeadas e o comitê organizador do país anfitrião é responsável pelo empréstimo de cavalos aos estrangeiros.

O resultado das seletivas e final é computado da seguinte maneira: os jovens talentos saltam duas provas com dois percursos por dia e para efeito de classificação final vale a soma do resultado dos quatro percursos e dos tempos dos dois segundos percursos.

Outro ponto alto da competição no Brasília Country Club será a seletiva do World Jumping Challenge aberta a cavaleiros e amazonas brasileiros, que competem pelo Brasil, com idade mínima de 14 anos (completados até 31 de dezembro de 2019) que não tenham saltado Concursos de Salto Internacionais em provas de 1,35m de altura ou mais elevadas. O local e data do World Jumping Challenge também ainda será divulgado pela FEI.

Jovens talentos brasileiros

Na final de 2017, no Equuleus International Riding Club, em Beijing, na China, entre 29/12/2017 e 1/1/2018, os brasileiros Philip Greenless e Pietra Bizotto conquistaram, respectivamente, ouro e bronze, aumentando para nove número de medalhas do hipismo brasileiro na história da competição.

Em 2013 a final FEI Children foi em Brasília e teve Brasil no placar com Paulo Roberto Brasileiro de Miranda, medalha de prata e Filipe Baratella Risi, bronze.

Em janeiro de 2012, a Final 2011 do FEI Children’s International Jumping foi em Hong Kong e teve como campeã a brasileira Sarah Vasconcellos.

Em 2002 a final foi na capital brasileira e o pódio foi 100% verde amarelo: Maira Machado Pinheiro, ouro, Fabio Genes, prata, Fernando Pasmanick Schilis, bronze.

Em 2003, no Canadá, Fabio Genes honrou o Brasil com a medalha ouro.

Mais em Hipismo