Siga o OTD

Handebol

Brasil começa bem, mas é derrotado pela Dinamarca

Divulgação

Na briga pela classificação para as oitavas-de-final do Mundial de handebol, Brasil e Dinamarca fizeram jogo decisivo nesta quarta-feira (6). Apesar de ter começado muito bem e ter feito o melhor jogo na competição, o apagão ofensivo na metade do 2º tempo e a estrela de Jørgensen fizeram com que a Seleção saísse derrotada por 22×20. 

Depois de empatar com o Japão, derrotar a Tunísia por apenas um gol e perder para a Rússia, atual campeã olímpica, o Brasil encarou nesta quarta-feira, um duelo decisivo contra a Dinamarca pelo Mundial de handebol feminino e saiu derrotado. O time começou muito bem a partida, esteve na frente do placar durante quase todo o jogo, mas na segeunda metade do 2º tempo, não conseguiu pontuar, falhou em contra-ataques e perdeu por 22×20. Na sexta, terá que jogar todas as fichas no confronto contra Montenegro. A classificação ainda pode vir, mas ficou mais complicada.

+ CONFIRA A TABELA COMPLETA DO MUNDIAL

No jogo desta quarta, o Brasil jogou todo o handebol que ainda não havia jogado no Mundial. Atentas desde o começo e contando com a estrela da goleira Babi, o time começou melhor e logo construiu vantagem confortável de 3 pontos. No final do 1º tempo, a dupla Jørgensen e Heindahl comandaram o empate dinamarquês. As meninas foram para os vestiários com um empate de 13×13.

Na volta do intervalo, o Brasil não mostrou mais a consistência defensiva que incomodava as dinamarquesas. A seleção europeia assumiu a liderança pela primeira vez e não largou mais. As brasileiras aparentavam nervosismo na hora das decisões. Chegaram a ficar com duas jogadoras a menos durante 2 minutos, e nos contra-ataques, pecavam na hora de decidir. Esse excesso de erros impediu com que a Seleção chegasse a sua 2ª vitória e pode ter sido fatal na campanha do Mundial.

O Brasil joga a vida contra Montenegro na sexta-feira (8). Dependendo de uma combinação de resultados para avançar, o time precisa vencer caso ainda sonhe com a vaga.

“Nós jogamos nosso melhor jogo do campeonato, mas não foi suficiente para ganhar. Tínhamos diante do nós um grande time. Mas, ainda temos a chance de ir para as oitavas, temos que ganhar de Montenegro. Vamos focar nisso agora”, disse o técnico do Brasil, Jorge Dueñas.

A ponta direita Jéssica Quintino fez dois gols na partida de hoje e afirmou que a equipe entrou com a consciência da responsabilidade que tinha. “Sabíamos que hoje tínhamos que vencer para ir para as oitavas. Conversamos que precisávamos ser um time, ir juntas. Tínhamos que mostrar que éramos um bom time. Hoje brigamos, mostramos que estamos no campeonato e iremos lutar na sexta-feira para chegar às oitavas de final.”

Confira o lance-a-lance:

Receba novidades do OTD

* = campo obrigatório

powered by MailChimp!

Mais em Handebol