Siga o OTD

Site do Handebol

Final da Champions Feminina terá duelo entre brasileiras

Gyor ETO, de Duda Amorim, e Rostov-Don, de Mayssa e Ana Paula, venceram as semifinais deste sábado no final four da competição

Foto: Divulgação EHF

O sábado foi de vitórias para as equipes que possuem brasileiras no elenco nas semifinais da Champions League Feminina de Handebol. O Gyor ETO, de Duda Amorim, venceu o Vipers Kristiansand por 31 a 22, enquanto o Rostov-Don, de Ana Paula e Mayssa, bateu o Metz por 27 a 25, em Budapeste, pelo final four da competição.

O húngaro Gyor ETO enfrenta o russo Rostov-Don neste domingo, na final do torneio de clubes mais importante da Europa. O duelo colocará Duda Amorim frente a frente com Ana Paula e Mayssa, garantindo pelo menos uma brasileira no lugar mais alto do pódio da Champions.

Sem sustos

O Gyor ETO não teve problemas para vencer o Vipers Kristiansand na primeira semifinal deste sábado. Fazendo valer o rótulo de favorito, a equipe húngara se impôs desde o início da partida.

Após abrir 8 a 2 nos primeiros 12 minutos de confronto, o Gyor ETO foi para o intervalo com 18 a 8 a favor. Com vantagem física e técnica, o time húngaro precisou apenas administrar a diferença nos 30 minutos finais, fechando o jogo com nove gols à frente.

Kari Brattset, com oito gols, foi a artilheira da partida. Duda Amorim – eleita a melhor defensora da temporada na Champions League – fez quatro. Destaque também para a goleira Amandine Leynaud, fundamental na construção da vantagem do Gyor ETO.

 

Sob controle

O Rostov-Don teve um pouco mais de dificuldade em sua partida, mas, ainda assim, conseguiu manter o jogo sob controle.

O primeiro tempo foi todo do Rostov-Don. Na liderança do placar desde os primeiros minutos, a equipe russa fechou os primeiros 30 minutos com 15 a 8 no marcador.

No início da segunda etapa, o Metz ameaçou uma reação. Em apenas seis minutos, a equipe francesa diminui a desvantagem para apenas dois gols. O volume, no entanto, foi neutralizado em seguida pelo Rostov-Don, que não deixou que a diferença diminuísse disso durante todo o resto do jogo.

Anna Vyakhireva, com sete gols, foi a artilheira do Rostov-Don na partida. Pelo lado do Metz, Grace Zaadi marcou nove vezes.

Entre as brasileiras da equipe russa, apenas Mayssa participou da partida. Ana Paula, com o nariz quebrado, não foi relacionada para o final four.

Mayssa em ação pelo final four da Champions League (Divulgação/EHF)

Duelo brasileiro

A última derrota do Gyor ETO em final four de Champions League aconteceu em 2016, justamente para uma equipe que tinha Mayssa e Ana Paula no elenco. Na época, o CSM Bucaresti, com a ajuda das brasileiras, superou o Gyor ETO em uma final decidida nos tiros de sete metros.

Neste domingo, Gyor ETO e Rostov-Don se enfrentam a partir das 13h pela final da Champions League Feminina de Handebol.

Sobre o Autor

Foto de André Rossi

André Rossi, 43 anos, amante de judô desde Aurélio Miguel, e também praticante. Tem 18 anos de jornalismo, participando de coberturas de diversos eventos esportivos. "O judoca não se aperfeiçoa para lutar, luta para se aperfeiçoar" - Jigoro Kano

Sobre o Autor

Foto de Guilherme Costa

Rodrigo Huk é um jornalista que pratica e acompanha o handebol desde a infância. No Site do Handebol, visa trazer notícias, entrevistas e debates sobre o esporte no Brasil e no mundo.

Mais em Site do Handebol