Siga o OTD

Ginástica Artística

Brasil fatura quatro outros na abertura do Sul-Americano

Ricardo Bufolin/CBG

No primeiro dia do Sul-Americano de ginástica artística, Brasil é campeão por equipes e no individual geral tanto no masculino quanto no feminino

O Brasil conquistou quatro ouros, nesta sexta-feira (1º), no Sul-Americano de Ginástica Artística, realizado em Cochabamba, na Bolívia. O país subiu no lugar mais alto do pódio no individual geral e na disputa por equipes tanto do feminino quanto do masculino.

No individual geral feminino, Lorrane Oliveira conquistou a primeira posição ao somar 51,133. Ela obteve a nota 13,400 no salto, 13,267 nas assimétricas, 12,233 na trave e 12,233 no solo. As argentinas Camila Bonzo (50,901) e Agustina Pisos (50,600) completaram o pódio.

Entre as equipes, o Brasil, formado por Lorrane, Anna Júlia Reis, Carolyne Pedro, Milleny Souza e Maria Luiza França, ficou com o primeiro lugar com a somatória de 153,701, seguido por Argentina (152,635) e Bolívia (130,667).

No masculino, Lucas Bittencourt conquistou o ouro no individual geral com 80,600. O ginasta somou 13,300 no solo, 12,950 no cavalo com alças, 12,950 nas argolas, 14,150 no salto, 13,700 nas paralelas e 13,550 na barra fixa. O equatoriano Israel Chiriboga (78,750) e o colombiano Andrés Martínez (78,100) ficaram com a prata e o bronze, respectivamente.

Na disputa por equipes, o Brasil, que teve Lucas, Leonardo Matheus de Souza, Luís Guilherme Cavalleri Porto, Henrique Flores e Péricles da Silva, terminou em primeiro com 239,100 no total. A Argentina levou a prata (229,950), e o Peru completou o pódio (220,050).

Neste sábado, serão realizadas as finais por aparelhos, e a equipe brasileira estará representada em todas as disputas

Receba novidades do OTD

* = campo obrigatório

powered by MailChimp!

Mais em Ginástica Artística