Siga o OTD

Futebol

Barcelona, de Andressa Alves, é campeão da Copa da Rainha

Com um gol marcado por Mariona nos acréscimos da prorrogação, Barcelona, de Andressa Alves, vence o Atlético de Madrid, de Ludmila, e conquista o título da Copa da Rainha

O Barcelona conquistou pela sexta vez em sua história, a segunda de forma consecutiva, o título da Copa da Rainha. Depois de um empate de 0 a 0 no tempo normal, a equipe da Catalunha chegou ao título com uma vitória de 1 a 0 na prorrogação diante do Atlético de Madrid, que recentemente sagrou-se campeão espanhol. Duas brasileiras participaram da decisão deste sábado: Andressa Alves, pelo Barça, e Ludmila, pelo time da capital.

Foi o terceiro ano seguido que Barcelona e Atlético de Madrid disputaram a final da Copa da Rainha. Em 2016, o título ficou com as colchoneras, mas o Barça levantou a taça em 2017 e também em 2018. Para chegar até a decisão, a equipe catalã eliminou o Levante nas quartas de final e o Athletic Bilbao na semifinal.

“Foi um jogo muito tenso, muito difícil. Mas estou feliz. Fechamos o ano com um título. Agora é descansar e pensar na próxima temporada”, afirmou Andressa Alves depois da partida. Além do título da Copa da Rainha, o Barcelona foi vice-campeão espanhol e chegou às quartas de final da Champions League.

O jogo

Como se esperava, a partida foi muito equilibrada. Desde o começo, o Barcelona mantinha mais a posse de bola, mas era o Atlético de Madrid o mais perigoso, especialmente com Ludmila. Aos 12 minutos, a brasileira recebeu passe de Sonia e só não marcou porque Paños fez uma grande defesa. Pouco depois, a brasileira teve outra chance, mas de novo parou na goleira adversária. O Barça deu o troco com Alexia Putellas, que teve em seus pés a chance de abrir o placar com um chute de fora da área, mas Lola Gallardo estava muito atenta e defendeu em dois tempos.

Sem gols, o jogo chegou ao intervalo numa partida que não pareceu mudar de dinâmica no segundo tempo. Toni Duggan teve uma boa chance para o Barcelona num chute de fora da área. Aos 17 minutos, ela deixou o campo para dar lugar à brasileira Andressa Alves, que começou a decisão no banco de reservas. A oportunidade do Atlético de Madrid aconteceu com Sonia, que finalizou para fora o cruzamento de Aurélie Kaci.

As chances de gol apareciam para os dois lados, mas não se concretizavam. Assim foi até a prorrogação. Nos 30 minutos adicionais, o cansaço tomou conta das duas equipes. A chance mais clara foi de Martens depois de um passe de Andressa Alves, mas a craque holandesa não soube aproveitar. Quando tudo indicava que a definição do título aconteceria nos pênaltis, Mariona marcou aos 17 minutos do segundo tempo da prorrogação para dar o título ao Barcelona.

BARCELONA 1 – 0 ATLÉTICO DE MADRID
Barcelona: Sandra Paños; Mapi León, Gemma Gili (Marta Unzue, 77’), Patricia Guijarro (Natasa Andonova, 113’), Melani Serrano, Elise Bussaglia, Vicky Losada, Lieke Martens, Toni Duggan (Andressa Alves, 62’), Mariona Caldentey e Alexia Putellas (Aitana Bonmati, 70’).
Atlético de Madrid : Lola Gallardo; Marta Corredera, Andrea Pereira, Carmen Menayo, Kenti Robles (Jucinara, 117’); Ángela Sosa, Aurélie Kaci, Silvia Meseguer, Amanda Sampedro; Ludmila Da Silva (Andrea Falcón, 98’) e Sonia Bermúdez(Esther González, 113’).
Árbitro: Marta Huerta. Mostrou cartão amarelo para Andressa Alves, do Barcelona.
GOL:
1-0. 122′. Mariona Caldentey

Mais em Futebol