Siga o OTD

Futebol

Brasil massacra Equador e vence a segunda na Copa América

Depois de derrotar a Argentina por 3 a 1 na estreia, Brasil não deu a menor chance para o Equador e massacrou o adversário por 8 a 0

A Seleção Brasileira conquistou na noite deste sábado sua segunda vitória na Copa América de futebol feminino de forma contundente. A equipe comandada pelo técnico Oswaldo Alvarez massacrou o Equador por 8 a 0. O destaque da partida foi a dupla de ataque formada por Bia Zaneratto e Cristiane, que marcaram dois gols cada uma. Andressinha, Formiga, Rafaelle e Debinha completaram a goleada.

+ CONFIRA A TABELA DA COMPETIÇÃO

Com 100% de aproveitamento, a equipe comandada pelo técnico Vadão é líder isolada do Grupo B. Já o Equador, assim como a Bolívia, segue sem pontuar na competição. De folga na rodada, a Venezuela soma três pontos, mesma pontuação da Argentina.

A Seleção Brasileira descansa na próxima rodada e volta a atuar na quarta-feira (11). Novamente no estádio Sánchez Rumoroso, em Coquimbo, no Chile, o duelo contra a Venezuela está marcado para as 19h.

O JOGO

A Seleção Brasileira impôs o ritmo da partida desde o início. Logo aos cinco minutos, Bia teve a chance de abrir o placar, mas a finalização saiu fraca. Com um futebol envolvente, o Brasil se mostrou mortal nas jogadas aéreas e balançou as redes em duas oportunidades antes do intervalo. Aos 10 minutos, Thais levantou na cabeça de Cristiane, que fuzilou de cabeça. Aos 21, após grande jogada individual de Marta, a camisa 10 cruzou para Bia ampliar, 2 a 0. A capitã quase deixou o dela na reta final do primeiro tempo, se livrou de quatro marcadoras, mas foi derrubada na entrada da área.

O amplo domínio brasileiro continuou e a Seleção Feminina deslanchou na etapa final. Aos três minutos, Andressinha arriscou de longe e fez o terceiro. Aos cinco, Thaisa e Marta emplacaram uma blitz e quase ampliaram. Aos 20, Formiga proveitou cruzamento de Rilany e empurrou de cabeça, 4 a 0. Cinco minutos depois, Marta cruza rasteiro e, de primeira, Rafaelle amplia, 5 a 0. Aos 36 minutos, Bia repetiu a dose e fez o sexto do Brasil. Aos 41, após triangulação rápida com Bia e Cristiane, Debinha tocou na saída da goleira, 7 a 0. Nos acréscimos, Cristiane não perdoou e fez o oitavo.

BRASIL: Bárbara; Rilany, Mônica, Rafaelle, e Tamires; Formiga, Thaisa (Andressinha), Marta e Thaisinha (Debinha); Cristiane e Bia. Técnico: Vadão.

 

 

Mais em Futebol