Siga o OTD

Futebol

Com Marta histórica, Brasil derrota Itália na Copa do Mundo

Marta faz de pênalti e Brasil está nas oitavas da Copa do Mundo. Adversário no mata-mata está entre França e Alemanha.

Rener Pinheiro / MoWA Press

O Brasil enfrentou e derrotou a Itália, por 1 a 0, pela Copa do Mundo de futebol feminino nesta terça-feira (18). A partida, na cidade de Valenciennes, foi válida pela terceira e última rodada da fase de classificação do torneio. Marta cobrou o pênalti marcado sobre Debinha e definiu o placar.

A partida contra a Itália ainda foi marcante para a atacante Marta. Com o gol marcado, ela passa a ser isoladamente a maior artilheira de todas as copas, entre homens e mulheres, com 17 gols marcados.

O adversário no mata-mata está entre França e Alemanha e deve ser definido apenas na quinta-feira.

Com a vitória da Austrália por 4 a 1 em cima da Jamaica no outro duelo da terceira rodada, o Grupo C terminou com o empate triplo entre Brasil, Itália e Austrália. As três seleções acumularam seis pontos. Em desvantagem nos critérios de desempate, a Seleção Brasileira avançou como uma das quatro melhores terceiras colocadas.

A campanha do Brasil na Copa do Mundo de futebol feminino tem uma vitória por 3 a 0 sobre a Jamaica, na estreia, e derrota de virada por 3 a 2 para a Austrália.

O jogo

Em ritmo intenso, a Seleção Brasileira tentou controlar as ações. Com as linhas avançadas, o Brasil chegou a pressionar a saída de bola e sondar a área das adversárias, mas foi a Itália que criou primeira grande chance. Aos quatro minutos, Bárbara se esticou toda e espalmou o chute rasteiro de Bonansea. A Seleção manteve a postura ofensiva e emplacou uma blitz com uma sequência de quatro escanteios consecutivos aos 16 minutos.

Na primeira cobrança de Marta, Debinha antecipou a marcação, emendou de letra e por pouco não surpreendeu a goleira Giuliani, que pegou no susto. Na segunda tentativa, Marta cobrou fechado e quase anotou um gol olímpico. Aos 39 minutos, Bárbara levou a melhor novamente para cima da atacante Bonansea e parou o contra-ataque italiano.

A Seleção Brasileira voltou pressionando as italianas. Logo aos seis minutos, Andressinha ficou muito perto de abrir o marcador em cobrança de falta, mas a bola explodiu no travessão. Aos 10, Kethellen subiu mais alto que as adversárias e, de cabeça, assustou a goleira Giuliani, que viu a bola tirar tinta da trave.

Com maior volume de jogo, o Brasil continuou em cima e chegou ao gol da vitória aos 28 minutos. Após Debinha ser derrubada na área, Marta mostrou categoria para definir a partida e entrar para a história dos Mundiais ao alcançar a marca de 17 gols na competição.

Mais em Futebol