Siga o OTD

Curiosidades olímpicas

Coroa de louros ao invés de medalhas. E só para o campeão!

Nos Jogos Olímpicos da Grécia Antiga, apenas os campeões eram premiados e recebiam uma coroa de louros

coroa de flores para os campeões dos jogos olímpicos da grécia antiga

O fã de Olimpíadas está mais do que acostumado com o modelo de premiação que dá ao vencedor a medalha de ouro, ao vice-campeão a prata e ao terceiro colocado o bronze. Mas nem sempre foi assim. O sistema atual só foi adotado a partir de Londres-1908. Porém, no início de tudo, era bem diferente. Nos Jogos Olímpicos da Grécia Antiga, apenas os campeões eram premiados e recebiam uma coroa de louros.

Quando um atleta sagrava-se campeão olímpico, ele celebrava a vitória em dois momentos. Logo depois da prova, os espectadores arremessavam flores e amarravam fitas vermelhas na cabeça e nas mãos do vencedor, enquanto o árbitro lhe entregava um ramo de palma e uma coroa de louros, pinho ou ramos de oliveira.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

Além disso, no quinto e último dia das Olimpíadas da Grécia Antiga, uma celebração reunia todos os campeões no templo de Zeus, mas sem a presença do público. Era praticamente uma cerimônia religiosa em que cada vencedor era anunciado e depois tinha a cabeça ungida por um óleo sagrado.

Por que os heróis gregos e romanos usavam coroa de louros?

coroa de louros  era a premiação dada aos campeões dos jogos olímpicos da grécia antiga
Em Atenas-2004, os atletas que foram ao pódio receberam uma coroa de louros numa homenagem ao que acontecia na Grécia Antiga (AFP)

Na Antiguidade, os campeões dos Jogos Olímpicos eram considerados heróis e a coroa de louros era a representação da vitória na Grécia e na Roma antigas. A origem do símbolo está na mitologia comum a ambas as culturas. Segundo ela, o deus Apolo teria se apaixonado pela linda ninfa Dafne, mas ela não nutria o mesmo sentimento por ele e fugiu para as montanhas, tentando escapar da sua perseguição. Dafne acabou pedindo proteção a seu pai, o deus Peneio, que optou por transformá-la num loureiro: foi assim que a ninfa venceu Apolo.

+ CONHEÇA O BLOG CURIOSIDADES OLÍMPICAS

Em Atenas, a coroa de louros como símbolo de distinção e glória foi substituída pelos ramos de oliveira, considerada a árvore protetora da cidade.

Apesar de não ter valor material, a coroa tinha um significado muito especial para os atletas e para a cidade de onde provinham, que os receberiam com grandes festas e criando estátuas em homenagem aos vencedores.

Mais em Curiosidades olímpicas