Siga o OTD

Olimpíada

WADA publica guia para programas educacionais remotos

Agência Mundial Anti-Doping encoraja educação a distância durante pandemia para continuar promovendo o Esporte Limpo

WADA - Anti-Doping - Coronavírus
Agência Mundial Anti-Doping encoraja educação a distância (Twitter/wada_ama)

Na última sexta-feira (05) a WADA (Agência Mundial Anti-Doping) publicou um guia detalhado para as Organização Antidopagem (ADOs) com diretrizes para a condução de programas educacionais remotos sobre doping durante a pandemia de coronavírus.

Este novo guia faz parte de uma série de documentos de orientação que a WADA emitiu para as ADOs. O objetivo é orientar sobre as melhores maneiras de proteger a saúde dos atletas e, ao mesmo tempo, proteger seu direito ao esporte livre de doping.

+Jackie Silva critica governo e engajamento dos atletas brasileiros

“Assim como muitas empresas em todo o mundo, a WADA e muitas organizações antidoping implementaram práticas de trabalho remotas. É claro que isso impactou alguns aspectos dos programas antidoping, incluindo a educação. Enquanto as Organizações Antidopagem são fortemente aconselhadas a seguir as instruções de suas autoridades de saúde para garantir a proteção adequada dos atletas, a WADA acredita que os programas de educação ajustados ainda podem ser realizados no momento”, explicou a diretora de educação da WADA, Amanda Hudson.

“De fato, pode até ser a oportunidade perfeita para se envolver com propósitos educacionais. Pois muitos atletas e pessoal de apoio ao atleta podem se encontrar com tempo adicional em suas mãos”, completou.

Promovendo o Esporte Limpo

O guia traz, assim, técnicas que podem ser implementadas para oferecer educação sobre anti-doping em locais impactados pelo distanciamento social. E destaca que o ensino a distância pode permitir que as pessoas realizem educação remota, por conta própria e em um momento conveniente para elas. Isso pode ajudar a sustentar o interesse dos atletas no processo de aprendizado, especialmente durante a pandemia de coronavírus.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

“Com isso, a WADA incentiva as ADOs a adaptar seus programas de educação durante a pandemia para continuar protegendo e promovendo o Esporte Limpo. A Agência reconhece que o uso e o acesso à tecnologia diferem por audiência e país em todo o mundo. E portanto, propôs algumas ideias alternativas no guia para ajudar a superar essas limitações”, concluiu.

Mais em Olimpíada